Kell Smith lança o álbum " Velho e Bom Novo"

Letras trazem temas como vulnerabilidade, amor, saúde mental e mais

Kell Smith lança o álbum " Velho e Bom Novo"

Por: Tamires Cioffi


"Era uma vez..." Quis o destino que a introdução típica de contos de fada desse nome a uma música que parou o Brasil. Mas foi apenas a primeira página da história de uma cantora e compositora que se prova muito maior. Agora, Kell Smith lança “O Velho e Bom Novo”, pela Altafonte, seu segundo álbum, inaugurando uma nova fase de sua carreira. Com 12 canções autorais, 8 delas em parceria com o maestro e produtor musical Bruno Alves, o disco é um convite poético à reflexão sobre vulnerabilidades, autoconhecimento e amor.



Concebido como uma obra com lados A e B, o “O Velho e Bom Novo” resgata referências de uma época gloriosa da música brasileira, abraçando temas urgentes, como a saúde mental, depressão e ressignificação do luto. Assuntos que nos unem há gerações, infelizmente ainda vistos como tabus. No entanto, são ainda mais emblemáticos quando vivemos o confinamento, isolamento social e solidão impostos por uma pandemia global.


“Compor é sobre se entregar. É dar voz não só a si. O foco é não perder o foco da música. No fim das contas, a música é o coração de tudo”, explicou Kell Smith.


Os bastidores das composições e gravações do álbum foram lançados em formato da série documental “O Velho e Bom Novo”, disponível no canal oficial de YouTube da cantora: https://bit.ly/dockellsmith


Vale lembrar também que a cantora fará uma live com pocket show e entrevista no nosso Instagram (@radioalphafm), dia 29.05 (sexta), às 16h30.


Para esquentar, confira um dos maiores sucessos da cantora e que está sempre presente em nossa programação: