Paul McCartney: "Sim, é tempo de falarmos a verdade"

Na segunda noite em SP, Paul comprova que a música transcende qualquer ideologia

Por Claudio Dirani


Insta, Face, Twitter, Whats...Aqui, lá, em qualquer lugar, todo mundo parece invadido pelas notícias, e geralmente elas parecem não ser agradáveis. Pois agora há pouco, na hora de seguir para a despedida de Paul McCartney no Allianz Parque, em São Paulo, lembrei de uma matéria que li sobre ele, cujo título era assim: “É Tempo de falarmos a verdade”. De quase tudo que apurei, só concordei totalmente com essa frase.


Quem saiu do trabalho, pegou trânsito, chegou à conclusão de que, quem gastou suas economias pra ver esse senhor de Liverpool tocar durante quase três horas, não estava no clima de discutir se ele era de esquerda ou direita, ou coisa do gênero. Aliás, ele é o canhoto mais famoso da Terra – fica a dica.


Sua música é sobre o que temos em comum”


Portanto, em seu oitavo show na Terra da Garoa desde 1993, Paul trocou de jaqueta  e mudou um pouco o repertório para nos lembrar que sua música não veio para confundir. Não tivemos vaias ideológicas. Em seu segundo show, assim como no primeiro, não houve tempo de pensar nas diferenças. Apenas no que temos em comum.


Quem não foi hoje ao Allianz, se arrependeu. As explosões de Live and Let Die voltaram com toda força. Ah, e hoje foi aniversário do tecladista Paul “Wix” Wickens, com direito a parabéns pra você por seus 62 anos de vida (mas apenas em inglês, viu?) e Birthday no lugar de Hi, Hi, Hi. Em contrapartida, quem não foi na terça, perdeu Back In Brazil. A nova canção em nossa homenagem saiu do set. A esperança continua para quem for ao Couto Pereira, em Curitiba, no sábado.


E quais foram as semelhanças entre as duas apresentações? A qualidade da voz em ambas. Para um artista de quase 80 anos, sustentar quase 40 músicas quase sem ratear... Sim. E de repente, enquanto finalizava Let’Em In, hit de 1976 gravado com os Wings, as lágrimas brotavam de seus olhos, como se aquelas memórias alertassem:


É preciso cantar... Sim, é preciso falar a verdade


 


Confira o repertório de 27/03/2019


A Hard Days Night/ Junior's Farm/ Can't Buy Me Love/ Letting Go/ Who Cares/ Got To Get You Into My Life/ Come On To Me/ Let Me Roll It/ I’ve Got a Feeling/ Let’Em In/ My Valentine/ 1985/ Maybe I’m Amazed/ We Can Work It Out/ In Spite of All The Danger/ From Me To You/ Love Me Do/ Blackbird/ Here Today/ Queenie Eye/ Lady Madonna/ Eleanor Rigby/ Fuh You/ Being for the Benefit of Mr. Kite/ Something/ Ob-La-Di Ob-La-Da/ Band On The Run/ Back In The U.S.S.R./ Let It Be/ Live and Let Die/ Hey Jude/ Birthday/ Sgt. Pepper’s Reprise/ Helter Skelter/ Golden Slumbers/ Carry That Weight/ The End/



alphafm   

CONHEÇA MAIS SEU ARTISTA