Quarto dia de The Town conta com line-up rockeiro

Durante o quarto dia do festival The Town, a Cidade da Música foi tomada por pessoas usando preto, vestindo camisetas de banda de rock e botas pesadas. Diferente dos outros dias de festival, o dia 09 de setembro teve um line up voltado quase exclusivamente para o rock, tanto do cenário nacional quanto internacional.

O palco The One começou pontualmente com a banda Terno Rei fazendo uma apresentação animada para um público tímido, que ainda chegava à Cidade da Música. O grupo contou com a participação das cantoras Mahmundi e Fernanda Takai para dar uma sonoridade diferente para o rock alternativo características do quarteto. O grupo ainda comentou à Alpha FM que decidiu fazer homenagem a uma outra banda de rock brasileira muito conhecida, Legião Urbana, com o hit “Tempo Perdido”.

Ainda falando da presença feminina no The Town, a cantora Pitty trouxe o rock nacional para o palco Skyline. O show é baseado na turnê “Admirável Chip Novo”, que celebra 20 anos do hit. A artista baiana passou por canções marcantes como “Equalize”, “Me Adora” e “Na Sua Estante” e muita gente pode relembrar a adolescência no início dos anos 2000. Quando questionada sobre a influência dela nas novas gerações de artistas, Pitty fica tímida, mas ainda assim responde “Eu cresci nos anos 90 sem muitas referências. Então acho ótimo que seja diferente para essa nova geração. Quanto mais melhor”.

Para falar sobre referências no rock nacional, impossível não pensarmos na banda Barão Vermelho que se apresentou no palco The One e trouxe hits do grupo, mas também passou por canções icônicas de Cazuza e Raul Seixas. O público se emocionou com “Exagerado” e “Codinome Beija-Flor”, dançou junto com hinos como “Bete Balanço” e “Amor para Recomeçar” e gritou a plenos pulmões. O grupo participou da primeira edição do Rock in Rio em 1985 e agora novamente na primeira edição do The Town.

A banda conversou com a Alpha FM e comentou que a parceria com Samuel Rosa foi algo muito natural “O Skank tem um repertório maravilhoso, incutido na memória afetiva dos brasileiros”. No entanto, esse não é o primeiro encontro do ex-vocalista do Skank com o Barão, já que ele participou do disco Barão 40 anos.

Para encerrar a noite, o Foo Fighters trouxe o hard rock para o palco Skyline, com músicas muito conhecidas da banda como “Times Like These” e “Everlong”. A performance da banda foi entusiasmada, com solos longos e uma participação ativa da plateia. A expectativa para o headline da noite era grande, muita gente sonhava em vê-los no Lollapalooza 2022, mas não se tornou realidade por conta do falecimento do baterista Taylor Hawkins. A espera, no entanto foi recompensada e Grohl inclusive falou sobre a força do público brasileiro “A plateia brasileira é louca. Nós tocamos em todos os lugares, mas a audiência brasileira é diferente. É verdade. Vocês sabem disso, né?!”, ele disse de forma bem humorada.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados