Roberto Carlos voltará ao Pacaembu após 20 anos; metade dos ingressos esgotou

O cantor Roberto Carlos completará 83 anos no dia 19 de abril, e a comemoração será em grande estilo: um show para reabertura do Pacaembu. A realização é da Four Even. O estádio passou a se chamar Mercado Livre Arena – Pacaembu após a venda dos naming rights por R$ 1 bilhão pela concessionária Allegra. O acordo vale por 30 anos.

Os ingressos para a apresentação, que marca o início da turnê “Eu Ofereço Flores”, continuam à venda pela internet e nas bilheterias. Os preços variam entre R$ 550, a meia-entrada para o setor amarelo, e R$ 1350, a inteira para o setor azul.

Pessoas com deficiência que quiserem se sentar no setor branco traseiro pagam R$ 400. Este setor, tanto do lado esquerdo, quanto do lado direito, tem apenas visão parcial do palco, conforme a organização.

Passados quase 20 dias da abertura das vendas para o show do Rei, metade das 3 mil entradas foi vendida, restando um total de 1486. A limitação do número de lugares decorre da continuidade das obras para a reinauguração completa do Pacaembu.

A reforma dará à arena esportiva novas atribuições, como um centro de convenções, e devolverá a original: os jogos de futebol. Porém, isso deve acontecer em junho.

A última e única vez do Rei no Pacaembu

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho foi o primeiro da cidade de São Paulo a receber um show do Rei Roberto Carlos. A exibição, única do cantor no local, ocorreu há quase 20 anos, em 23 de outubro de 2004.

Cerca de 30 mil pessoas compareceram para acompanhar o show “Pra Sempre”, que viraria o álbum Pra Sempre Ao Vivo, em CD e DVD, dois meses depois. No CD, constavam 15 faixas, enquanto no DVD, 22, descontando a abertura.

São elas: Emoções, Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo, Amor Perfeito, Café da Manhã, Detalhes, Ilegal, Imoral ou Engorda, É Proibido Fumar, O Calhambeque, O Cadillac, Acróstico, Por Isso Corro Demais, Como É Grande o Meu Amor por Você, Olha, Os Seus Botões, Outra Vez, Pra Sempre, Força Estranha, Cavalgada, É Preciso Saber Viver, Despedida, Coração e Jesus Cristo.

Este seria também um dos últimos espetáculos musicais no estádio, antes da vinda do Pavilhão Pacaembu com a Allegra mais recentemente. Naquele época, a associação de moradores do bairro conseguiu na Justiça a proibição dos shows por causa do barulho.

Em 2015, aliás, o palmeirense Roberto Carlos se apresentou em outro estádio paulistano, na verdade, uma arena: o Allianz Parque. Era véspera do aniversário de 74 anos do artista.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados