REDES SOCIAIS


BIOGRAFIA

 

Integrantes: Adam Clayton, Bono, The Edge, Larry Mullen Jr
Origem: Dublin

País: República da Irlanda

Gênero (s): Rock, pós-punk, pop rock, kraut rock

Período em atividade: 1976 até hoje

Em meio ao clima bélico e separatista que imperava na Irlanda dos anos 70, surgiu um grupo de jovens com espírito punk e prontos para definir o som da nova década. Paul David Hewson (Bono), David Howell Evans (o guitarrista The Edge) e Adam Charles Clayton, o baixista, cresceram e uniriam forças na Mount Temple Comprehensive School em 1976, após anúncio publicado no mural do colégio pelo baterista Larry Mullen Jr.

Mas antes de conquistar o ambicioso estrelato, o U2 experimentaria dois nomes logo descartados (de forma sábia) por seus integrantes: Feedback e The Hype.  Em 1978, viria o primeiro prêmio: 500 libras e um contrato com a gravadora CBS irlandesa para gravar uma fita demo, já com o nome U2 – sugerido pelo amigo Steve Averill, da banda The Radiators.

 Com Paul McGuinnes como empresário o U2 entrou no Keystone Studios em 1978 para produzir o seu primeiro EP U2-3. A boa receptividade empolgou o produtor Charles De Whalley a gravar mais um single, “Another Day”, que serviria como atalho para o contrato com a Island Records.

Em 1980, veio o álbum de estreia, Boy, que seria produzido por Martin Hannet, famoso pelo Joy Division. Sua saída repentina deu lugar a Steve Lillywhite, responsável pelo som de October (1981) e War (1983). Com o sucesso de War e uma longa turnê americana, Bono e cia. pareciam preparados para mais um passo. Lillywhite daria lugar à dupla Brian Eno e Daniel Lanois, responsáveis pela transformação sonora em The Unforgettable Fire, lançado em 1984 ao lado de “Pride (In the Name of Love)”. Logo após a participação no Live Aid em 1985, Bono mudou sua visão de mundo. Emocionado com a condição da pobreza na Etiópia, decidiu viajar ao país africano, por onde passou meses ao lado da mulher Ali.

Nesse período ele escreveu as músicas que estariam no revolucionário The Joshua Tree (1987), entre elas, “I Still Haven’t Found What I’m Looking For”. Entre 1987 e 1988, o grupo rodaria o planeta e ainda produziria um filme: Rattle And Hum, que virou LP duplo. Apesar das críticas, o documentário foi um sucesso, graças aos singles “Desire” (nº 1 na Billboard) eAll I Want Is You”. Foi no final da turnê promocional do álbum que Bono decidiu parar “e sonhar tudo de novo”.

Em novembro de 1990, o U2 decidiu partir para Berlim, onde gravaria no antigo estúdio Hansa próximo ao muro. Lá eles produziriam parte do que viria a ser Achtung Baby (1991) e trechos de Zooropa (1993). Cada vez mais inquietos, os irlandeses aceitaram o convite para participar do projeto musical Passengers de Brian Eno (1995). A aventura foi outro passo para a mutação ao estilo ainda mais dançante de Pop e sua extravagante PopMart Tour 1997-1998 – a primeira a chegar ao Brasil.

Entre 1999 e 2000, o U2 retornou a um som mais cru em All That You Can’t Leave Behind e os hits “Beautiful Day” e “Walk On”. No fim de 2004 foi a vez de How To Dismantle An Atomic Bomb e da segunda grande turnê desembarcar em São Paulo, embalada por Vertigo. No Line On The Horizon (2009) foi reavaliado como um projeto abaixo das expectativas pela banda. Isso fez com que o U2 entrasse no estúdio e produzisse mais dois álbuns em relativo curto espaço de tempo: Songs of Innocence (2014) – distribuído gratuitamente no iTunese Songs of Experience (2017).

Curiosidades: O nome U2 carrega um duplo sentido. U2 é uma abreviação para “vocês também”, simbolizando a ligação da banda com os fãs. Ao mesmo tempo é o modelo do avião espião U-2, da Lockheed, derrubado em 1960 pela Força Aérea da União Soviética com o piloto Francis Gary Powers a bordo.

MAIS ARTISTAS

Todos os artistas

r