Titãs esgota três noites no Allianz Parque com turnê “Encontro”

Com a formação clássica da banda após 40 anos – no entanto, sem Marcelo Fromer -, os Titãs percorreram os principais momentos da carreira para um Allianz Parque de ingressos esgotados nas 3 noites de agenda em São Paulo. Foram 150 mil pessoas no total e inúmeros aplausos, com uma plateia ansiosa para o Encontro de uma das bandas mais consagradas do rock nacional.

O grupo despertou a memória afetiva de todos os presentes, incluindo daqueles que são de uma geração diferente à que assistiu o surgimento do Titãs, já que havia crianças, adolescentes e jovens adultos acompanhando os pais e tão empolgados quanto – me incluo nessa. Com um setlist de 31 músicas, todos os hits, os shows tiveram duração de quase três horas, mas passaram voando, quase sem nem percebermos. Abrindo com “Diversão”, seguida de “Lugar nenhum” e “Desordem”, no maior estilo rock’n’roll, Paulo Miklos, Nando Reis, Arnaldo Antunes, Sérgio Britto, Branco Mello dividiam o protagonismo e microfone cantando suas próprias composições – com exceção de Tony Bellotto, que ficou apenas na guitarra, e Charles Gavin, na bateria.

“É emocionante estar com meus velhos companheiros e amigos de uma vida. Passei por um momento difícil, tirei um tumor da garganta. Estou curado e me divertindo e agora vou cantar para vocês”, celebrou Branco Mello, antes de cantar “Tô Cansado”, mesmo com a voz bastante rouca.

Passinhos, solos de guitarra, danças combinadas e graças estiveram presentes durante todo o tempo, com uma animação e felicidade sem igual de todos os membros do grupo que voltava à sua cidade natal, e com direito à Paulo Miklos mostrando experiência com o saxofone em “Flores”. A produção caprichou no nível de show internacional, trazendo um palco lindíssimo e inteiro em telões de led, tornando a experiência ainda mais agradável visualmente de todos os cantos do estádio. Além disso, não faltaram homenagens! Durante o trecho acústico e intimista do show, Alice Fromer, filha de Marcelo Fromer, foi convidada para cantar “Toda Cor”, composição do pai. Ela também se juntou aos meninos para “Não vou me adaptar” e “Ovelha Negra”, em tributo à Rita Lee, que nos deixou no último mês.

A setlist foi igual a de todos os shows que já haviam acontecido pela turnê “Titãs – Encontro” com a banda passeando por todas as fases da carreira e, ainda, com a famosa regravação de “É preciso saber viver”, composta por Erasmo Carlos, também lembrado durante as apresentações: “ele fez a trilha sonora das nossas vidas”, contou Miklos. Agora, com a agenda da turnê praticamente completa, um total de 24 shows, restam apenas duas apresentações no país – Vitória (ES) e Ribeirão Preto (SP) – para que os meninos possam embarcar para fora levando a tour aos Estados Unidos (Hollywood e Nova York) e, posteriormente, à Europa (Lisboa).

Confira o setlist completo: 

Diversão

Lugar Nenhum

Desordem

Tô cansado

Igreja

Homem Primata

Estado Violência

O pulso

Comida

Jesus não tem dentes no país dos banguelas

Nome aos bois

Eu não sei fazer música

Cabeça Dinossauro

Set acústico

Epitáfio

Os Cegos do Castelo

Pra Dizer Adeus

Toda cor

Não Vou Me Adaptar

Ovelha Negra

Segundo set 

Família

Go Back

É Preciso Saber Viver

32 Dentes

Flores

Televisão

Porrada

Polícia

AA UU

Bichos Escrotos

Bis

Miséria

Marvin

Sonífera Ilha

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados