A música que Stevie Wonder fez para a filha

Stevie Wonder compôs “Isn’t She Lovely” para a filha recém-nascida. Lançada em 1976, a canção começa justamente com o choro de um bebê e se encerra com o verso “Vamos, Aisha. Saia da água, baby”. Ademais, os respingos e protestos presentes na sonoridade foram gravados durante um momento entre os dois.

Sobre seus versos, a obra se debruça na mais pura e bela vivencia da paternidade, o qual Wonder não viu, mas sentiu.

Originalmente, a música conta com mais de 6 minutos de duração. Sobretudo, para conseguir ir para os rádios, precisou-se cortar parte das interações entre pai e filha. Assim, apesar de ser um dos maiores sucessos do artista, seu desempenho comercial não obteve os mesmos resultados, já que não se encaixava nos padrões das demais músicas.

Dessa forma, o som só conseguiu entrar na Billboard Hot 100 pela primeira vez em maio de 2011, quando um cover de The Glee Cast estreou na posição de número 65.

Ademais, “Isn’t She Lovely” também ganhou outras adaptações, em especial no ano de 2012, quando Stevie Wonder a cantou para a Rainha Elizabeth. Assim, ele alterou algumas letras em referência a ela.

Três anos depois, foi a vez do cantor ser surpreendido com a própria composição. Isso porque Aisha Morris a apresentou para o pai durante o especial de TV “Stevie Wonder: Songs in the Key of Life – An All-Star Grammy Salute”. Na ocasião, o músico não esperava ouvir a voz dela.

Ademais, confira abaixo a canção:

Alpha Classic

Se “Isn’t She Lovely”, de Stevie Wonder, compõe a playlist da sua vida, escute já a Alpha Classic para relembrar de outros hits dele que marcaram os anos 80 aos 2000. Para acessar a programação, clique aqui.

Aliás, também siga a Alpha FM para ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da música, entretenimento e cultura.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados