As melhores músicas de todos os tempos, segundo a Rolling Stone

Confira quais são as melhores músicas de todos os tempos, segundo a Rolling Stone.

Em meio a tantas produções musicais que são lançadas a cada semana, fica difícil escolher qual é a melhor. Ademais, são inúmeros cantores, bandas, gêneros e melodias existentes que só dificultam este trabalho, deixando muitos apreciadores em dúvida ao responder suas canções favoritas.

Assim, confira as melhores músicas de todos os tempos, segundo a Rolling Stone

#5 Nirvana – ‘Smells Like Teen Spirit’

Mesmo com pouco tempo de banda, o som de Nirvana ainda ecoa atualmente. Seu legado igualmente continua vivo e eles ocupam a quinta colocação das melhores músicas de todos os tempos da Rolling Stone.

E, para isso, não há hit melhor deles do que “Smells Like Teen Spirit”. Lançada em 1991, a canção marcou o primeiro single do segundo disco de estúdio do grupo. Assim, o trabalho foi muito bem recebido logo de cara pela música, levando Nirvana ao topo das paradas na época.

#4 Bob Dylan – ‘Like a Rolling Stone’

Coincidência ou não, Bob Dylan apareceu na quarta colocação da lista de melhores músicas de todos os tempos da Rolling Stone com a faixa “Like a Rolling Stone”. Entretanto, é inegável a influência que a obra tomou após seu lançamento, em 1965.

Carregada de um Dylan de 24 anos que ansiava por revolução, os versos se desdobram em uma produção que, segundo ele, era “apenas uma coisa rítmica no papel sobre meu ódio constante, direcionado a algum ponto que fosse honesto”. Ademais, o próprio cantor considera ‘Like a Rolling Stone’ como uma de suas maiores criações musicais.

#3 Sam Cooke – ‘A Change Is Gonna Come’

Sabia que “A Change Is Gonna Come” surgiu após Sam Cooke escutar uma canção de Bob Dylan? O ano era 1963 e Sam perturbou-se ao ouvir ““Blowin’ in the Wind”, questionando: “um garoto branco escrevendo uma música como essa?”.

Assim, a resposta de Coke viria no ano seguinte, em 30 de janeiro de 1964. A canção se construiu com um poderoso arranjo orquestral de Rene Hall, em sua linguagem em primeira pessoa e nas experiências que precederam sua criação.

#2 Public Enemy – ‘Fight the Power’

“Fight the Power” é um hino contra a supremacia branca, contendo fortes versos como “A maioria dos meus heróis não aparece em nenhum selo”. Aliás, a obra surgiu como parte da trilha sonora do filme “Do the Right Thing”, de 1989.

A trama se desenvolve com Salvatore “Sal” Fragione, dono de uma pizzaria italiana no Brooklyn que tem uma parede cheia de nomes de artistas famosos. Um dos moradores do bairro, Buggin’ Out, fica indignado ao ver que na parede só há nomes de artistas italianos, defendendo que um estabelecimento localizado no Brooklyn deveria ter exaltar atores afrodescendentes. Então, a parede se torna, então, motivo de ódio para Buggin’ Out e outros moradores do bairro.

#1 Aretha Franklin – ‘Respeito’

Lenda da música, Aretha Franklin detém a primeira colocação na lista da Rolling Stones de melhores canções de todos os tempos.

O que poucos sabem é que Otis Redding escreveu “Respect” e gravou-a para o selo Stax/Volt em 1965. Entretanto, Franklin tomou posse da música para sempre com seu cover definitivo, gravado no estúdio da Atlantic em Nova York no Dia dos Namorados de 1967. Assim, “Respect” marcou seu primeiro sucesso número um e o single que a estabeleceu como a Rainha do Soul.

Leia também: O ano da música: quantas divas pop vêm ao Brasil em 2024?

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados