Baixo de Paul McCartney é localizado após 52 anos de sumiço

Projeto mobilizou fãs do mundo todo para reencontrar o instrumento

Sabe aquele ditado: “Quem procura acha”? Bom, isso aconteceu com Paul McCartney, que encontrou seu baixo desaparecido há mais de 50 anos.

O instrumento, um Höfner 500/1 de 1961, passou pelas mãos do cantor em hits clássicos dos Beatles, incluindo “Twist And Shout” e “Love Me Do”. O sumiço do material aconteceu em 1972 e a notícia de sua aparição se deu na quarta-feira (14), através do site oficial de McCartney.

“Após o lançamento do projeto “Lost Bass”, o baixo Höfner 500/1 de 1961 de Paul, roubado em 1972, está de volta. O baixo é autenticado por Höfner e Paul está extremamente grato a todos os envolvidos”, diz a publicação. No entanto, a nota não cita como aconteceu a recuperação do material.

Imagem/ Reprodução
Surpreendentemente, a última aparição do instrumento ocorreu em Londres, em 1969, durante as gravações do projeto Get Back/Let It Be. Desde então, ninguém mais teve informações do paradeiro do baixo. Assim, nasceu o projeto “Lost Bass”, uma busca global para reencontrar o material e que mobilizou fãs de todas as partes do planeta. Aliás, o Höfner 500/1 foi comprado pelo próprio músico por US$ 37 em Hamburgo, na Alemanha, e era considerado como seu favorito.

Paul McCartney no Brasil

Paul McCartney mostrou o que é fazer um show de verdade com a turnê “Got Back”. Por aqui, os fãs brasileiros ganharam nove apresentações em cinco estados diferentes, além de milhares de pessoas encantadas pelo artista.

O jornalista José Noberto Flesch, conhecido por divulgar com exclusividade agendas de shows no país, compartilhou o número do público presente nos shows de McCartney. Ademais, os dados são oficiais e fornecidos pela produção dos shows.

Assim, confira os números abaixo:

  • São Paulo – 149.226
  • Belo Horizonte – 81.001
  • Rio de Janeiro – 62.305
  • Brasília – 53.578
  • Curitiba – 43.633

Ademais, os shows também foram marcados por diversas homenagens. Antes de começar a cantar “Here Today”, Paul falou que se tratava de uma homenagem a John Lennon. Aliás, o cantor continuou os tributos ao colega de trabalho ao fazer um dueto póstumo durante a canção “I’ve Got a Feeling”.

Leia também: Ridley Scott é cotado para dirigir cinebiografia de Bee Gees

Por: Giovana Marchesini

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados