Como Justin Bieber marcou a música pop com “Baby”

O ano era 2010 e uma música estava prestes a se tornar um fenômeno viral, além de um marco na trajetória do mundo pop. Aliás, isso tudo aconteceu com um jovem cantor que estava no auge de seus 16 anos. Contudo, Justin Bieber já mostrava ser um grande astro com o single “One More Time”, em 2009. Mas foi com “Baby” que sua carreira decolou, ao mesmo tempo que uma gigantesca base de fãs se formava em todo o mundo.

Descoberto após um vídeo viralizar, no qual ele tocava violão em uma praça pública, Justin Bieber já encantava por sua história comovente, bem como pelo talento nato que carregava. Nessa época, ele já tinha um empresário renomado, Scooter Braun, e contava com a mais alta qualidade de estrutura para produzir suas próprias composições e dominar as paradas.

Ao lado de Christopher “Tricky” Stewart e Terius “The-Dream” Nash, o jovem cantor escreveu “Baby” com objetivo de representar um momento da vida que muitos já passaram – ou, provavelmente, ainda vão passar: o término inesperado de um relacionamento e as tentativas de reatá-lo a qualquer custo.

Contudo, Justin também contou a expertise de Ludacris, famoso rapper que está presente na canção. Em entrevista ao MTV News, ele relembrou como foi trabalhar com Bieber.

“Ele está falando sobre [como] está bravo porque sua garota o deixou e ele ainda cuida dela. Assim que ouvi, soube que era um sucesso, só tive que descobrir como poderia gravar um disco com um garoto de 15 anos. Então sentei lá e disse: ‘Deixe-me relembrar o passado’, e foi basicamente assim que pisei no álbum”.

“Baby”, um dos maiores sucessos de Justin Bieber

Assim que “Baby” chegou ao pé do ouvido do mundo, o sucesso foi instantâneo. O vídeoclipe da obra se tornou o mais assistido de todos os tempos no YouTube, ultrapassando o icônico clipe de “Bad Romance”, de Lady Gaga. Ademais, atualmente, as visualizações já passam de 3 bilhões na plataforma.

Simultaneamente, o trabalho desempenhou bons números em outros veículos. Apenas em sua primeira semana nas rádios dos Estados Unidos, o hit foi reproduzido mais de mil e quatrocentas vezes, sendo dados da PR Newswire.

Igualmente, a canção recebeu o certificado de platina dupla pela Recording Industry Association of America pela venda de mais de duas milhões de unidades.

Aliás, também siga a Alpha FM para ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da música, entretenimento e cultura.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados