Dia Mundial da Saúde: quais são os exames que todo mundo deve fazer?

Data surgiu por meio da Organização Mundial da Saúde, como uma maneira de celebrar seu surgimento e também alertar a sociedade para assuntos de relevância

Hoje, neste 7 de abril, é comemorado o Dia Mundial da Saúde. Celebrada desde 1950, a data foi instituída para marcar o surgimento da Organização Mundial da Saúde, como também para chamar a atenção de assuntos relevantes relacionados ao tema.

Sendo assim, a instituição envolve-se com eventos internacionais, regionais e locais, abordando diferentes focos a cada ano. Em 2024, o lema é “Minha saúde, meu direito”. Segundo comunicado, o tema chegou para “defender o direito de todas as pessoas, em todos os lugares, de terem acesso a serviços de saúde, educação e informação, bem como à água potável, ao ar puro, à alimentação saudável, à moradia de qualidade, a condições ambientais e de trabalho decentes e a viverem livres de discriminação”.

Quais exames devemos fazer frequentemente?

Por isso, sob um ponto de vista geral acerca do assunto, a Alpha FM conversou com um médico para entender como podemos cuidar de nossa própria saúde. É comum que ocorram dúvidas quanto aos exames que devemos fazer frequentemente. De acordo com o doutor Kim Lima Nascimento (CRM: 186624), há uma série de fatores determinantes para a resposta:

“Essa é uma pergunta complexa, pois a resposta é depende! Depende da faixa etária, gênero e predisposição a certas condições. Em relação à faixa etária, crianças devem passar em consulta com seu pediatra anualmente para acompanhar o desenvolvimento neuropsicomotor e do calendário vacinal. Adultos jovens podem ter um espaçamento maior das consultas de rotina, porém adultos a partir dos 30 anos é aconselhável que passem com um médico clínico geral para checkup anual. A partir dos 40, anos a mulher já pode deve iniciar seu acompanhamento de perto com o ginecologista (rastreamento de câncer de colo de útero, ovário e mama e seguimento hormonal) e o homem deve passar com o urologista anualmente para checagem da próstata e checkup geral. A partir dos 60 anos já estaria indicado consultas regulares com o geriatra.”

Por fim, o profissional alerta que certos comportamentos são sinais de alerta:

– Fadiga (cansaço sem motivo aparente)
– ⁠Alteração súbita de peso (engordar ou emagrecer)
– ⁠Hábito intestinal e urinário fora do padrão de cada pessoa
– ⁠Tristeza e desânimo sem causa definida

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados