Gene Simmons, do Kiss, agora realizará shows solo sem maquiagem

Baixista e vocalista tocará no festival Summer Breeze Brasil, em São Paulo, no próximo mês de abril junto da Gene Simmons Band

Em dezembro, o Kiss finalizou sua turnê de despedida “End of The Road”. Agora, a banda continuará ativa por avatares. Enquanto isso, o vocalista e baixista Gene Simmons aproveita a oportunidade para voltar aos palcos de maneira solo.

Surpreendentemente, o primeiro show anunciado foi no festival Summer Breeze Brasil, em São Paulo, no Memorial da América Latina, no próximo mês de abril.

Durante participação no podcast Artists On Record Starring ADIKA LIVE!, transcrita pelo site Igor Miranda, o músico comentou que o convite para tocar com a Gene Simmons Band na capital paulista surgiu de surpresa:

“Após o fim do Kiss, eu planejava tirar alguns anos fora e descansar. Do nada, recebi uma ligação de um promotor de eventos, um cara legal, que perguntou: ‘você quer ser a atração principal de um dos dias deste grande festival em São Paulo, para um público entre 50 mil e 80 mil pessoas?’. Respondi: ‘claro, quando?’. Ele disse que seria em abril, daí eu vi que precisaria montar uma banda.”

Ao Entertainment Tonight (via Ultimate Classic Rock), explicou que participará de outros “festivais como atração principal na Europa e América do Sul” e que não usará sua tradicional maquiagem de The Demon nas apresentações. “Chega de maquiagem para mim”, afirmou.

Aliás, o baterista Brian Tichy, guitarrista e vocalista Brent Woods e guitarrista Jason Walker compõem a formação de seu próprio grupo.

Kiss recentemente

O Kiss realizou o último show de sua turnê de despedida no dia 2 de dezembro, em Nova York, nos Estados Unidos. Para um Madison Square Garden lotado, o quarteto mascarado executou o setlist padrão da “End of The Road Tour”, mas com uma certa surpresa.

Ao final da apresentação, em meio à muita fumaça e à frase “a new era begins”, a banda anunciou que continuará em forma de avatares virtuais. A empresa Industrial Light & Magic (ILM) participou do processo, juntamente da Pophouse Entertainment — responsável pelo espetáculo “Abba Voyage”, do Abba, realizado com hologramas.

Em suma, cada mínimo movimento característico da performance no palco foi captado, para tornar os personagens digitais o mais próximo da realidade.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados