“I’m Just Ken” foi inicialmente esnobada pelo estúdio de “Barbie”

“I’m Just Ken” é um fenômeno! Na época do lançamento do filme “Barbie”, as redes sociais foram tomadas por covers da canção e trends com os versos imortalizados por Ryan Gosling. A faixa fala sobre a luta de Ken por ter algum destaque na vida da Barbie, protagonizada por Margot Robbie.

O sucesso foi tamanho que Ryan realizou uma performance da canção na 96º cerimônia do Oscar. Com um terno rosa brilhante, dançarinos e a presença do guitarrista da banda Guns N Roses, Slash, o ator de “La La Land” movimentou a internet.

Com essa nova onda da canção, uma informação surpreendente veio à tona. Segundo Mark Ronson, um dos produtores da faixa, a Warner quis inicialmente cortar o hit de “Barbie”. Ele afirmou “Na primeira exibição teste, a música não estava funcionando”.

Ainda assim, Greta Gerwig, diretora do filme, insistiu com o estúdio para manter a cena que faz referência ao filme “Grease”. A cineasta bateu o pé e afirmou que era absolutamente necessária aquele momento de Ken para a história.

Dessa forma, a música permaneceu e a Academia a indicou para Melhor Canção Original no Oscar. Mesmo que ela tenha perdido para “What Was I Made For”, “I’m Just Ken” levou o Critics Choice Awards e rendeu diversos momentos cômicos e marcantes da performance de Ryan Gosling no Oscar.

Sobre Barbie 

“Barbie” foi a maior bilheteria do ano de 2023. A produção conta a história de uma das mais queridas bonecas do mundo. Margot Robbie é a protagonista e produtora do filme. Em síntese, com direção de Greta Gerwig, o longa debate feminismo, o papel dos homens no empoderamento feminino e a sororidade.

Leia também: Ator de “Homem-Aranha Através do Aranhaverso” pede desculpas após acusar Oscar

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados