Por que o Sum 41 vai acabar? Entenda término da banda

Grupo lançou o oitavo e último álbum de sua carreira na última sexta-feira (29) e já anunciou uma turnê de despedida

O Sum 41 já começou a despedir-se dos fãs. Na última sexta-feira (29), a banda lançou o seu oitavo e último álbum de estúdio, “Heaven :x: Hell”. Dividido em duas partes,  separadas entre faixas orientadas ao pop punk e heavy metal, o trabalho encerra a carreira de 27 anos dos músicos.

Em primeiro lugar, é importante salientar a declaração do vocalista Deryck Whibley a respeito do trabalho. Ao longo de um comunicado, o cantor destacou que o intuito é, justamente, encerrar as atividades do grupo de maneira positiva e celebratória.

“Esse é o disco com que gostaria de encerrar a carreira. Eu amo o Sum 41, o que alcançamos, passamos e mantivemos juntos, e é por isso que quero encerrar. Houve tantas vezes que poderíamos ter nos separado. Por algum motivo, continuamos insistindo e estou orgulhoso disso. Estamos colocando toda a minha energia no que está por vir”.

Anúncio do término

Mas, afinal, por que o Sum 41 vai acabar? A notícia veio a público em maio do ano passado. Por meio de uma nota, os integrantes afirmaram, sem muitos detalhes:

“Estarmos no Sum 41 desde 1996 nos trouxe alguns dos melhores momentos de nossas vidas. Nós somos para sempre gratos a nossos fãs, antigos e novos, que nos apoiaram de todos os jeitos. É difícil de articular o amor e o respeito que nós temos por todos vocês e nós queremos que ouçam da gente antes.

Estamos nos separando. Finalizaremos nossos compromissos deste ano e então lançaremos nosso último álbum, junto de uma turnê mundial. Os detalhes serão anunciados assim que tivermos todos eles. Por agora, estamos ansiosos em ver todos vocês na estrada e animados para o que o futuro vai trazer para cada um de nós. Obrigado pelos últimos 27 anos de Sum 41.”

Motivações

Contudo, para a rádio canadense CJAY 92, o vocalista explicou a motivação por trás do disband. Não houve qualquer tipo de brigas ou problemas criativos, apenas a vontade de explorar novos projetos e sair da própria zona de conforto.

“Acredito muito que a música te mostra o que fazer e apenas senti que deveria ser um álbum duplo. Assim que o álbum foi finalizado, eu percebi, e estive pensando nisso por um tempo, que com meu foco de 1.000 por cento no Sum 41 o dia todo, todos os dias, eu senti que não tinha muito mais disso em mim para continuar além desse álbum. Estou nessa banda desde o ensino médio, estou chegando a um ponto em que estou pensando que gostaria de colocar um pouco de foco e energia em outra coisa. E eu senti que esse é provavelmente o melhor álbum que já fizemos. Acho que esta versão da banda é a melhor que já tocamos ao vivo. Pensei, que ótima maneira de acabar dessa forma.”

Aliás, juntamente do disco, o Sum 41 realizará uma turnê de despedida, com início em abril. O show final acontecerá em 30 de janeiro de 2025, em Toronto, no Canadá. Até o momento, não nenhuma performance marcada no Brasil.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados