Qual a inspiração por trás da canção “Resposta”, do Skank?

Um dos maiores clássicos da banda Skank, “Resposta”, segue até hoje tocando nas rádios e nas principais plataformas de streaming. No canal do YouTube da banda, por exemplo, o videoclipe da faixa já soma 34 milhões de views. No entanto, um fato curioso que muita gente não sabe é que a composição é na realidade do ex-Titãs, Nando Reis, em parceria com Samuel Rosa.

Nando recebeu uma fita cassete do vocalista do Skank com uma melodia e a letra ficaria a encargo dele. A composição foi feita em 1998, enquanto o músico estava trabalhando no álbum “Volume 2”, do Titãs.

Assim sendo, nos versos do single do disco “Siderado”, o eu lírico está esperando uma resposta do seu par romântico. De certa forma, parece que ele está parado no tempo, lembrando os últimos momentos do relacionamento com sua amada. Ele afirma o seguinte “Desse lugar que ninguém mais pisou. Você está vendo o que está acontecendo Nesse caderno sei que ainda estão… Os versos seus. Tão meus que peço”.

Nando Reis e Marisa Monte

A inspiração da faixa foi um fato na história pessoal de Nando: o namoro dele com Marisa Monte, ou melhor, do término do relacionamento entre os dois. Em seus versos, o cantor se mostra arrependido pelos seus atos e desejoso de uma comunicação. Em suas redes sociais, o fundador dos Titãs afirma: “A música chama-se resposta. Uma resposta que não veio. Do desejo que fosse respondido algo irrespondível, que é o perdão.”

A letra, inclusive, faz referência a uma canção muito conhecida de Marisa: Ainda Lembro (1991). Nando, em sua composição, diz: “Ainda lembro o que eu estava lendo. Só pra saber o que você achou. Dos versos que eu fiz. E ainda espero resposta”.

Ele ainda comenta sobre o final da canção. Na última parte, a letra diz o seguinte: “Eu fico onde estou. Prefiro continuar. Distante”. Ademais, 26 anos após o lançamento, o compositor revisita a canção com muita leveza e comenta com humor: “Aqui tem um negócio malandro, porque ele fez tudo. Todo bonzinho, reconhecendo e tal. Como se estivesse dentro dele o poder de continuar afastado. É um malandro este camarada”

Aliás, confira o vídeo completo, em que Nando fala sobre a inspiração para a faixa:

Se você gosta deste canção e outros clássicos da Música Popular Brasileira, escute a Alpha MPB! Assim sendo, para conferir nossa programação, clique aqui.

Leia também: O que esperar do show do Djavan no festival TURÁ?

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados