Starship: por que a banda tem esse nome?

A banda Starship, ícone do rock dos anos 80, continua a brilhar nos corações dos fãs com um repertório musical brilhante. Com uma trajetória repleta de altos e baixos, o grupo deixou sua marca na história da música com sua mistura única de rock, pop e baladas poderosas.

Fundada em São Francisco no final dos anos 60, a banda passou por várias metamorfoses antes de se tornar a Starship que conhecemos. Com uma formação que incluía lendas como Grace Slick, Paul Kantner e Mickey Thomas, a banda ganhou seu reconhecimento mundial merecido. Sucessos como “We Built This City”, “Sara” e “Nothing is Gonna Stop Us Now” marcam o nome do grupo até hoje.

No entanto, o sucesso deles não veio sem desafios. Disputas internas e mudanças de alinhamento testaram a resiliência do grupo ao longo dos anos. A saída de membros-chave e as mudanças na direção musical causaram controvérsia entre os fãs e críticos.

Porque o nome Starship?

A escolha do nome para a banda foi uma decisão estratégica e criativa que refletia tanto a evolução musical quanto a imaginação dos membros fundadores. Antes de adotar esse nome, a banda era conhecida como Jefferson Starship, uma evolução do nome original, Jefferson Airplane.

O título escolhido evoca uma sensação de aventura, exploração e viagem intergaláctica. Em suma, são os elementos que se alinhavam com a direção musical e artística que a banda estava buscando na época. A mudança de nome também pode ter sido uma tentativa de simplificar o nome e desassociar-se das disputas internas e mudanças de formação que ocorreram ao longo dos anos.

Por fim, Starship oferece um apelo universal e futurista, conectando-se ao interesse da banda por temas cósmicos e sci-fi presentes em muitas de suas músicas e imagens de capa de álbuns.

Leia também: Relembre todos os line-ups do Lollapalooza Brasil

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados