Dia Internacional do Orgulho: 5 livros que retratam a população LGBT+

O Dia Internacional do Orgulho LGBT+, antes chamado de Dia do Orgulho Gay, é lembrado nesta sexta-feira (28). Mais do que comemorações, a data aponta para a continuidade da luta por direitos e contra o preconceito.

O dia 28 de junho remete ao movimento que entrou para história como “Revolta de Stonewall”, em 1969. Naquela ocasião, frequentadores de bares gays resistiram à repressão costumeira e discriminatória da polícia novaiorquina em uma grande rebelião.

A partir dali e mesmo antes, a agenda progrediu, ainda que lentamente. Pensar que demorou 21 anos depois de Stonewall, por exemplo, para “homossexualismo” sair da lista de doenças da Organização Mundial da Saúde. O termo atual é “homossexualidade” e não reflete nenhum problema, senão uma orientação sexual.

Em 2024, 55 anos após a insurgência política, a comunidade LGBT+ ganhou mais espaço para se expressar, apesar de continuar vigiada e ter que se manter vigilante contra retrocessos que buscam reverter as conquistas. Por isso, aproveitamos o Dia Internacional do Orgulho para indicar cinco livros sobre o assunto.

O parque das irmãs magníficas

Ano: 2021 / Autor: Camila Sosa Villada

Redemoinho em Dia Quente

Ano: 2019 / Autor: Jarid Arraes

Vermelho, Branco e Sangue Azul

Ano: 2019 / Autor: Casey McQuiston

CONTRA A MORAL E OS BONS COSTUMES – A ditadura e a repressão à comunidade LGBT

Ano: 2021 / Autor: Renan Quinalha

RAINHAS DA NOITE – As travestis que tinham São Paulo a seus pés

Ano: 2023 / Autor: Chico Felitti

Aliás! Siga a Alpha FM para ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da música, entretenimento e cultura.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados