10 dicas de livros para presentear no Dia das Mães

Presentear alguém que amamos com boas obras literárias é sempre algo marcante e especial. Para o Dia das Mães, comemorado neste domingo (9), não dá para ser diferente! Pensando nisso, separamos alguns títulos que são ótimas dicas de leitura para essa data tão especial. Confira abaixo:

1. Minha História, de Michelle Obama

A obra é uma reflexão da ex-primeira-dama dos Estados Unidos, que passeia desde momentos da sua infância na zona sul de Chicago, seus anos como executiva, a maternidade e o trabalho, até o tempo que passou morando em um dos endereços mais famosos da política, ao lado de Barack Obama, quando o advogado foi o 44º presidente dos Estados Unidos. 

 

2. Mãe sem Manual, de Rita Lisauskas

A autora fala sobre a gestação e a maternidade em seu primeiro livro, após anos escrevendo para o blog “Ser Mãe é Padecer na Internet”. Rita conta sobre a descoberta da gravidez até o primeiro ano do filho, no que chama de “antimanual”, mostrando que nem sempre há “o certo” e “o errado” quando o assunto é maternidade. 

 

3. Mãe Fora da Caixa, de Thaís Vilarinho

O livro de Thaís Vilarinho traz relatos próprios de vivências maternas, além de servir como um abraço de cura. A obra tenta representar a maternidade, de forma acolhedora, mostrando os desafios do puerpério e libertando os pré-conceitos sobre esse universo da maternidade, sem críticas, regras e julgamentos. A obra ainda inspirou a adaptação para o teatro, com a peça de mesmo nome, interpretada pela atriz Miá Mello. 

 

4. Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty

Para as mães que adoram um suspense, olha só essa dica! Enquanto uma morte misteriosa é investigada na cidade, três mães cujos filhos enfrentam a mesma escola se aproximam e enfrentam seus conflitos particulares. A obra fala sobre questões familiares, casamento, bullying, escândalos domésticos e a união feminina. O livro inspirou a série da HBO, “Big Little Lies”, com as atrizes Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley como protagonistas. 

 

5. Comida de Bebê, de Rita Lobo

O assunto do livro da culinarista Rita Lobo é a introdução alimentar do bebê. Mas, ele também ajuda a aproveitar essa fase tão especial e importante para melhorar a alimentação de toda a família. A obra traz consultoria de equipe de médicos, nutricionistas e pesquisadores do NUPENS/USP, com receitas e ideias que pensam nas necessidades das crianças. 

 

6. A Vida Não é Justa, de Andréa Pachá

A partir da observação de conflitos nos tribunais nos seus quase vinte anos à frente de uma Vara de Família, Andréa Pachá resolveu neste livro contar histórias capazes de traduzir a dificuldade para lidar com o desamparo e as frustrações. Originalmente publicado em 2012, a obra foi relançada em 2019 pela editora Intrínseca e conta, ainda, com a apresentação da autora contextualizando a obra. 

 

7. Mãe em Construção – reflexão, angústias e desafios, de Isabel Coutinho

A publicação é composta por crônicas inéditas e textos já publicados pela autora na coluna "Mãe In Perfeita", do site "Eu Não Anoto Nada". A ideia é que a obra apresente uma diversidade de temas e sentimentos maternos, de forma que reproduza de forma fluida e imprevisível como funciona a maternidade no dia a dia. 

 

8. Gestos de cuidado, gestos de amor, de André Trindade

O livro é ótimo para as mães de primeira viagem. Cuidar de um bebê demanda mais que amor e instinto, exige também precisão. O livro orienta como cuidar de um recém-nascido em diversas situações do dia a dia, como banho, amamentação, massagem, sono e muito mais. Ilustrado e impresso colorido, a obra ainda aborda sobre o desenvolvimento cerebral das crianças até os três anos de idade. 

 

9. Uma Pergunta por Dia para Mães, de Potter Style

O livro-diário já vendeu no Brasil mais de cem mil exemplares e, mais que um álbum de fotos, é um instrumento ótimo para registrar cada acontecimento não só do crescimento e desenvolvimento dos filhos, mas também a intensa experiência de aprendizado, descobertas e autoconhecimento que a mulher embarca ao se tornar mãe. 

 

10. Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas, de Ruth Manus

Misturando humor, perspicácia e profundidade, a autora nos faz refletir e questionar sobre, como ela mesma diz, "(pre)conceitos e (in)certezas", recorrendo tanto a autores consagrados da literatura, quanto à sabedoria de boteco. A leitura é atual e traz conscientização sobre temas importantes e relevantes à mulher moderna.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados