Andrea Bocelli e a história de “Con te Partirò”

Confira quando Andrea Bocelli surgiu no mundo da música

Assim como Pavarotti está para “Nessun dorma”, Andrea Bocelli está para “Time to Say Goodbye”. Mas a canção característica do cantor italiano teve um começo humilde, sem muito da magia e tradição de como é vista hoje em dia.

Antes dela se internacionalizar e se tornar “Time to Say Goodbye”, o tenor cantou “Con te Partirò” pela primeira vez no palco, em uma competição televisionada de 1995. Aliás, isso foi antes de Bocelli conhecer Sarah Brightman, umas das responsáveis pela faixa se popularizar fora da Europa.

Embora a música tenha eventualmente definido sua carreira, quando a ofereceram pela primeira vez, Bocelli teve sérias dúvidas. Ele disse: “Quando chegou em minha casa, a música era candidata ao festival de Sanremo do qual eu participaria em breve. Essa música não é boa porque o festival é uma competição. E esta não é uma música para uma competição. É uma música profunda. Uma música atemporal. Mas não é para uma competição”.

E os instintos de Bocelli estavam certos. “Na verdade, quando cedi, levamos a música para Sanremo e só chegamos ao quarto lugar.” Mas, depois, ele concluiu: “Posteriormente, passou pela jornada que todos conhecem”.

Confira a apresentação do tenor em 1995.

 

Pós o primeiro ato de Andrea Bocelli

Quando Pavarotti ouviu o jovem tenor cantando na demo, ele pediu para Zucchero, escritor da canção, que usasse Bocelli em seu lugar. Por fim, por persuasão de Zucchero, as três estrelas gravaram a música em trio.

Logo depois, Bocelli ganhou um contrato de gravação. Ele também venceu a fase preliminar do festival de Sanremo, levando para casa as notas mais altas já registradas na seção de estreantes.

No ano seguinte, entrou no festival e terminou novamente em primeiro lugar, com mais um recorde. Após seu duplo sucesso, Sanremo o convidou de volta para sua competição principal.

Bocelli a gravou para seu álbum autointitulado do mesmo ano e o single liderou as paradas na França e na Bélgica, quebrando recordes de todos os tempos em ambos os países.

No início de 1996, a música estava ganhando força rapidamente. A soprano britânica Sarah Brightman ouviu e convenceu Bocelli a cantá-la em dueto com ela, com algumas partes em inglês adicionadas. Sobretudo, a faixa também aconteceu para abrir a luta de despedida do boxeador alemão Henry Maske, em 23 de novembro de 1996.

Seu refrão memorável, mesclado com sons orquestrais e uma mistura agora icônica de italiano e inglês, fez de “Time to Say Goodbye” o hit definidor do pop clássico.

 

Show no Brasil

Bocelli irá se apresentar em Belo Horizonte no dia 17 de maio, 12 anos após o seu último concerto em Minas Gerais. Logo depois, o músico sobe no palco da Arena BRB Maré Garrincha, em Brasília, em 21 do mesmo mês.

Por fim, o cantor encerra a turnê no Allianz Parque, na capital paulista, nos dias 25 e 26.

Os ingressos para a série de shows, que celebra os 30 anos de carreira no Brasil, estão sendo comercializados no site do Eventim, com valores a partir de R$ 250 (sem taxas).

Leia também: Scorpions libera gravações profissionais de shows antigos

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados