Começa hoje a 46ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Começa hoje a 46ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com 223 filmes de 60 países que serão exibidos em 18 locais na capital. Haverá sessões online no Sesc Digital e no Spcine Play.

Os ingressos custam 24 reais de segunda a quinta e 30 reais de sexta a domingo e podem ser comprados pelo aplicativo da Mostra e pelo site Velox Tickets. Eles são liberados com quatro dias antecedência da sessão. Caso sobrem entradas, elas podem ser compradas na bilheteria do cinema no dia de exibição.

Para os amantes mais profundos da sétima arte – e que talvez estejam em férias – há a opção de ingresso permanente integral, que dá direito a entradas a todas as sessões, por 600 reais. A permanente especial custa 150 reais e vale de segunda à sexta até às 17h55.

Entre os destaques, dois vencedores do Festival de Cannes, “As Oito Montanhas”, de Felix van Groeningen e Charlotte Vandermeersch, que recebeu o  Prêmio Júri e “La Jauría”, de Andrés Ramírez Pulido, agraciado com o Grande Prêmio da Crítica do festival.

Estarão presentes também concorrentes internacionais do Oscar. Da Lituânia, “Peregrinos”, de Laurynas Bareiša; do Paquistão, “Joyland, de Saim Sadiq; da Palestina, “Febre do Mediterrâneo, de Maha Haj; de Portugal, “Alma Viva”, de Cristèle Alves Meira; da Espanha, “Alcarràs”, de Carla Simón; da Suécia, “Boy from Heaven”, de Tarik Saleh; da Suíça, “Um Pedaço do Céu”, de Michael Koch; e, pelo México, “Bardo – Falsa Crônica de Algumas Verdades, de Alejandro G. Iñárritu. da Costa Rica, “Domingo e a Neblina”, de Ariel Escalante; da Alemanha, “Nada De Novo No Front”, de Edward Berger; da Islândia, “Belas Criaturas”, Guðmundur Arnar Guðmundsson; do Irã, “Terceira Guerra Mundial”, de Houman Seyyedi; do Japão, “Plano 75”, da diretora Chie Hayakawa.

Sessenta e um filmes nacionais participam da Mostra Brasil. O evento homenageia os cineastas Arnaldo Jabor, que dirigiu os clássicos “Eu te amo” (1980) e “Eu sei que vou te amar” (1985)  e Jean Luc Godard, o pai da Novelle Vague francesa.  A cantora Doris Monteiro recebe o Prêmio Leon Cakoff e o Prêmio Humanidade será dedicado a cineasta Ana Carolina.

Para saber mais informações, salas e horários de exibição dos filmes, consulte o site da Mostra.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados