Como evitar a obesidade dos pets

A obesidade em animais é muito mais comum do que se pensa. Diversos pets podem ficar debilitados e com uma saúde fragilizada, dependendo dos hábitos diários que possuem. Além disso, o sobrepeso e a obesidade podem diminuir a qualidade e expectativa de vida dos bichos.

De acordo com  o médica veterinária Beatriz Camargo, responsável pelo atendimento de Endocrinologia do Hospital Veterinário Rebouças, além de ser um risco por conta do acúmulo de gorduras, a obesidade também pode desencadear outros tipos de problemas de saúde, como a resistência insulínica, que pode levar a longo prazo à exaustão do pâncreas e por consequência a diabetes. Além disso, os pets também podem sentir fortes quadros de dores e incômodos, por causa do excesso de peso.

Segundo a especialista, há alguns indícios que podem ser notados pelos tutores. “De forma geral, os principais fatores analisados, são: costelas que podem ser facilmente sentidas ao toque, uma cintura que pode ser vista de cima e um abdômen que se encolhe atrás da sua caixa torácica quando visto de lado. Muitas vezes a percepção do sobrepeso se dá quando o paciente passa a ficar mais preguiçoso ou dorminhoco”.

Para o veterinário Guilherme Caldas, formado pela Faculdade de Medicina Veterinária da USP, essas situações podem ser evitadas com uma alimentação balanceada. “A alimentação ideal depende das necessidades específicas de cada animal. Uma ração comercial de boa qualidade é indicada para cães saudáveis que não possuem histórico de alergias ou problemas gastrointestinais, sendo necessário seguir as instruções do fabricante. Comida natural é uma ótima opção, porém deve ser indicada por um veterinário, para que seja preparada com os ingredientes certos e balanceada corretamente”.

Guilherme ressalta: “O ideal é sempre seguir a risca as instruções das rações comerciais, caso ofereça comida natural, siga as instruções do veterinário. Não se preocupe com a velocidade do crescimento, se estiver recebendo uma dieta balanceada e em quantidade adequada, o filhote se desenvolverá plenamente”.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados