Copa… Copacabana!

A garota mais conhecida é a de Ipanema. Mas o bairro mais famoso, não há dúvidas: Copacabana ainda lidera o ranking das locações mais famosas do mundo – tanto no Brasil como no exterior.

{ galeria 70 }

Dialeto aimará

Não existe uma história oficial sobre a origem do nome Copacabana, mas a mais lógica é de que o termo tenha sido cunhado por bolivianos. No dialeto arcaico aimará, Copacabana quer dizer “Vista do Lago”.  Não por coincidência, existe outra Copacabana em território boliviano, situada às margens do lago Titicaca.

{ galeria 71 }

Mais história

Cerca de 400 anos atrás, comerciantes vindos da Bolívia uniram-se a peruanos para levar ao Rio de Janeiro uma réplica de Nossa Senhora da Copacabana. Ao desembarcarem na Cidade Maravilhosa,  eles construíram uma capela no topo de um rochedo para homenagear a santa que dá hoje nome ao bairro da zona sul carioca.

{ galeria 72 }

Proteção à capital

Séculos mais tarde, em 1914, a capela deu lugar ao Forte de Copacabana, construído para proteger a cidade do Rio de Janeiro de invasões, na época em que era capital do país.

{ galeria 73 }

Maravilhas do século 20

A sempre bela Copacabana ficou ainda mais glamorosa graças à duas marcas registradas: o calçadão – obra do prefeito Pereira Passos em 1906 –, e o tradicionalíssimo Copacabana Palace, erguido entre 1919 e 1923.  A obra, bancada pelo empresário Octávio Guinle, é projeto arquitetônico do francês Joseph Gire. O Copacabana Palace é hoje patrimônio municipal, estadual e federal e não pode ser demolido.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados