Tina Turner

Tina Turner (Nutbush, 26 de novembro de 1939), nome artístico de Anna Mae Bullock, é uma cantora, dançarina, autora e atriz suiça de origem norte-americana, e cuja carreira artística estreou há mais de cinquenta anos. Além de ser considerada uma diva da música , é a mais notável expoente feminina do rock, e também considerada como a Rainha do Rock and Roll, e, segundo o canal de televisão americano MTV, uma das mais dinâmicas cantoras da história. Tornou-se famosa por explosivas apresentações como membro da banda Ike & Tina Turner durante os anos 60 e 70.

Após a publicação da sua autobiografia, I, Tina (1986), Turner revelou casos graves de maus-tratos contra ela pelo seu então marido, Ike Turner, antes da sua separação em 1976, seguida pelo divórcio em 1978. Depois de praticamente ter desaparecido da cena musical por vários anos após seu divórcio com Ike, ela reconstruiu sua carreira, lançando uma série de sucessos, começando o single "Let's Stay Together" (1983), e o lançamento do seu quinto álbum de estúdio a solo, Private Dancer (1984).

Sua carreira musical levou a vários papéis no cinema, começando com um papel de destaque como The Acid Queen em 1975 no filme Tommy, e uma aparição em Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1978). Ela estrelou ao lado do actor Mel Gibson como a Tia Entity em Mad Max Beyond Thunderdome (1985), pelo qual, mais tarde, recebeu o prémio NAACP Image Award de "Melhor Actriz em uma Película", e sua versão do tema do filme, "We Don't Need Another Hero (Thunderdome)" (1985), foi um êxito, tendo alcançado as cinco melhores posições nos Estados Unidos.

Uma das artistas mais populares do mundo, Turner tem sido chamado de a artista de rock do sexo feminino de maior sucesso, e foi considerada a 17º cantora na lista dos maiores cantores de todos os tempos, pela revista Rolling Stone. As somas combinadas dos seus álbuns e singles dão um resultado de aproximadamente 180 milhões de cópias em todo o mundo. Ela é conhecida por sua presença enérgica de palco, vocais poderosos, longevidade da carreira, e apelo muito difundido. Em 2008, Turner abandonou a sua semi-reforma para embarcar na digressão Tina!: 50th Anniversary Tour. A digressão tornou-se num dos concertos com o maior número de bilhetes vendido de 2008-2009. Apesar de ter sido criada como uma baptista, ela se converteu ao budismo, e credita os cânticos espirituais como os que der-lhe a força que ela precisava para superar os momentos difíceis. A revista Rolling Stone classificou-a como a 63º maior artista de todos os tempos, e é considerada "Rainha do rock and Roll".

Em fevereiro de 2008, Turner se apresentou na cerimônia do Grammy Awards cantando ao lado da cantora Beyoncé. Ainda em 2008, Turner embarcou na turnê Tina!: 50th Anniversary Tour, e lançou um outro álbum de copilação e um DVD ao vivo, Tina Live. Em 2013, Turner se tornou a pessoa mais velha a pousar na capa da revista Vogue.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados