Entenda o que é o conceito de “Sound Healing”

O Sound Healing, Sound Therapy ou, no português, Cura pelo Som, é uma prática que utiliza vibrações para relaxar a mente e o corpo. Terapeutas sonoros defendem que a técnica pode aliviar doenças como ansiedade e insônia, além de funcionar diminuindo a pressão sanguínea, melhorando a circulação e reduzindo a frequência respiratória.  

O conjunto de práticas da área tem como objetivo a restauração, equilíbrio e harmonia do corpo físico, mental, emocional e energético. Existem várias linhas de trabalho com o som, por meio da diversidade de instrumentos e também pelas linhas de raciocínio desenvolvidas por cientistas e terapeutas do som.  

Na terapia de Sound Healing, o paciente se conecta com a essência da natureza. Isso acontece porque tudo é composto de energia e vibra em uma determinada frequência, produzindo um som, e todo som afeta a matéria por meio de ressonância. Os ruídos em frequências harmônicas, quando utilizados da forma certa, agem em nossos átomos, células, moléculas, tecidos e órgãos, promovendo saúde física, mental e energética. A Cura pelo Som, no entanto, pode trazer inúmeros benefícios, como redução da depressão, ansiedade e tensão, controle de dor, melhoria na imunidade, liberação de memórias e bloqueios, aumento da oxigenação, redução de estresse, e outros.   

Entre os instrumentos mais conhecidos e utilizados pela prática estão os cristais, que possuem um campo eletromagnético poderoso e afetam tudo ao seu redor, com uma energia proveniente dos elementos da natureza. Desde de culturas antigas, são utilizados como instrumento de purificação, equilíbrio e cura. Nos Estados Unidos, o músico e professor Jonathan Goldman, e Stephen Halpern, músico indicado ao Grammy, são pioneiros e grandes estudiosos do som como ferramenta de cura, além de terem desenvolvido diversos estudos utilizando tigelas de cristais. Na Europa, o Sound Healing é uma ferramenta de terapia integrativa em grande parte dos hospitais, ajudando no processo de recuperação dos pacientes.  

O gongo, outro instrumento muito utilizado na terapia, é capaz de produzir todos os sons que podemos captar por meio da nossa faixa auditiva. O item tem mais de 5 mil anos de existência e é utilizado no Oriente por diversas religiões também. A terapia com os gongos é chamada de "banho de gongo" e "massagem de som", pois emite uma forte onda sonora que, em contato com o corpo, estimula e melhora o trabalho do sistema nervoso, imunológico, endócrino e, até mesmo, da estrutura óssea.  

De acordo com um estudo feito durante 35 anos pelo médico Herbert Benson, do Instituto Mind Body de Harvard, qualquer doença é causada ou agravada pelo stress e, por isso, é necessário que haja uma resposta de relaxamento eficaz como coadjuvante dos tratamentos tradicionais. No meio musical artístico, a banda Kimera & The King Crabs surge com o projeto de estreia que tem como objetivo trazer música de qualidade aos ouvintes não apenas como uma forma de entretenimento, mas também com o propósito de cura.  

O K&KC explora diversos ritmos musicais com ondas sonoras que influenciam estados emocionais, feitos com pesquisas científicas aprofundadas, como técnicas de áudio binaural e terapias milenares. Os instrumentos variam dos mais exóticos como Tibetan bowls, gongos, tambores africanos e brasileiros, coros vocais e a Worldmusic, que simboliza um intercâmbio entre os estilos musicais dos povos ao redor do mundo. 

Cada música do primeiro álbum do K&KC conta com uma interpretação em "sound healing journey", que corresponde a versões extensas, de até 25 minutos, adaptadas com os propósitos de meditação e cura. Segundo Kim Jackson, um dos integrantes do grupo, são 10 faixas originais que compõem o trabalho, e suas respectivas “sound journey”. "A versão original é mais percussiva e dançante, enquanto a segunda é destinada à introspecção, para separar um tempo para si e praticar o autoconhecimento", explica. “[A nossa música] é uma experiência que traz outros campos de reflexão para a nossa existência e não apenas o êxtase. O nosso propósito é que ela possa abrir novos campos de experimentação da existência”. 

A primeira e a segunda faixa do projeto, a "Manno" e "Let It Go", já podem ser encontradas nas plataformas digitais, assim como as suas respectivas versões com propósito de cura, disponíveis no aplicativo de meditação Insight Timer. O empresário relaciona ainda o poder da música e de sua cura com a importância que há no ato do ser-humano, como indivíduo, meditar e praticar o autoconhecimento. “A música caminha junto de várias práticas meditativas, é uma relação milenar. O que a gente está trazendo aqui com o projeto é tornar essa prática antiga mais popular onde a gente vive, no ‘hoje em dia’ da pessoa que mora em uma metrópole e que é impactada por informação o tempo inteiro”. 

Conheça mais sobre o projeto do Kimera & The King Crabs e as propostas em Sound Healing:

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados