Eric Clapton

Eric Clapton começou sua carreira musical em 1963, quando ingressou em uma banda chamada “The Roosters”. Passou ainda por algumas outras até ficar um tempo na chamada “Cream”.

Embora o Cream seja apresentado como um dos melhores grupos de sua geração, a banda teve vida curta. As lendárias brigas internas – especialmente entre Bruce e Baker – aumentaram a tensão entre os três integrantes, levando ao fim do trio.

Clapton fez uma segunda participação em outro grupo, o menos sucedido “Blind Faith”. Clapton então decidiu ficar um pouco nas sombras, e passou a viajar em turnê como convidado do grupo “Delaney and Bonnie and Friends”. Ele tornou-se amigo íntimo de Delaney Bramlett, que o encorajou a voltar a compor e a cantar.

Usando a banda de apoio de Bramletts e um elenco estelar de músicos de estúdio, Clapton lançou seu primeiro disco solo em 1970, que trazia uma de suas melhores composições: "Let It Rain".

Clapton teve problemas com drogas e álcool; depois de um tempo, já limpo, ele começou a organizar uma nova banda, que incluía Radle, o guitarrista George Terry, o baterista Jamie Oldaker e as backing vocals Yvonne Elliman e Marcy Levy. Eles viajaram em turnê ao redor do mundo, posteriormente lançando o soberbo “E.C. Was Here”.

Clapton lançou “461 Ocean Boulevard” em 1974, álbum mais enfatizado nas canções ao invés de sua técnica na guitarra. Sua versão de "I Shot The Sheriff" foi um grande sucesso.

Em 1991, a tragédia atormentou a vida de Clapton: Conor, filho de quatro anos de Clapton com a modelo italiana Lori Del Santo, morreu depois de cair da janela de um apartamento. Nesse momento, o cantor escreveu a canção "Tears In Heaven”.

Assim como “MTV Unplugged” (vencedor do Grammy em 1993), seu álbum “From The Cradle” trazia várias versões de antigos sucessos do blues, dando destaque a seu estilo econômico no violão. Em 1997, ele gravou um álbum de música eletrônica sob o pseudônimo de TDF, “Retail Therapy”, terminando o século XX com aclamadas parcerias com Carlos Santana e B. B. King.

Em novembro de 2004, Clapton é condecorado com o título de Comandante da Ordem do Império Britânico (CBE).

Seu mais recente álbum é “Live from Madison Square Garden”, gravado ao lado de Steve Winwood, em 2009.

DISCOGRAFIA

ANOS 60

Lança: For Your Love (1965) e Having a Rave Up (1965).

ANOS 70

Eric Clapton (1970), The History of Eric Clapton (1972), Eric Clapton at His Best (1972), Eric Clapton's Rainbow Concert (1973), 461 Ocean Boulevard (1974), There's One in Every Crowd (1975), E.C. Was Here (1975), No Reason to Cry (1976), Slowhand (1977) e Backless (1978).

ANOS 80

Just One Nigh (1980), Another Ticket (1981), Time Pieces: Best of Eric Clapton (1982), Money and Cigarettes (1983), Time Pieces Vol. II Live in the Seventies (1983), Behind the Sun (1985), Blues Breakers with Eric Clapton (1986), August (1986), Crossroads (1988) e Journeyman (1989).

ANOS 90

24 Nights (1991), Music From The Motion Picture Soundtrack RUSH (1992), Unplugged (1992), From The Cradle (1994), The Cream of Clapton (US ed.) (1995), Crossroads 2: Live in the Seventies (box set) (1996), Pilgrim (1998), Blues (1999), Chronicles (1999).

ANOS 00

Riding With The King (2000), Reptile (2001), One More Car One More Rider (2002), Me And Mr. Johnson (2004), 20th Century Masters / The Millenium Collection (2004), Sessions For Robert J. (2004), Back Home (2005), The Road To Escondido (2006), Complete Clapton (2007) e Live from Madison Square Garden (2009), 2010 Clapton, 2011 Marsalis & Clapton play the Blues (Live from Jazz At Lincoln Center), 2013 Old Sock

Saiba mais sobre Eric Clapton acessando o site oficial do cantor.

spot_img

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados