Exposição no CCBB celebra legado da Semana de 22

O Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo exibe a mostra "Brasilidade Pós-Modernismo", que conta com curadoria de Tereza de Arruda. 

No local, estão expostas obras de mais de 50 artistas brasileiros, entre eles, Adriana Varejão, Anna Bella Geiger, Arnaldo Antunes, Cildo Meireles e mais, abrindo um diálogo com a Semana de Arte Moderna de 1922 – cujo centenário será comemorado no próximo mês. 

Segundo Tereza, a exposição não foi idealizada com o olhar histórico, mas sim focada na atualidade e com obras produzidas por volta da década de 60 até o dia de hoje, sendo algumas inéditas. São apresentadas desenhos, pinturas, esculturas, fotografias, instalações e novas mídias, que foram distribuídas em seis núcleos temáticos, chamados de Liberdade, Futuro, Identidade, Natureza, Estética e Poesia

Em Liberdade, a mostra exibe os questionamentos sobre o colonialismo brasileiro, entre 1530 a 1822. Futuro tem foco em Brasília e reúne gravuras e desenhos dos arquitetos Lina Bo Bardi, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. Em Identidade é investigado o chamado Brasil profundo. Natureza alerta sobre o relacionamento do ser humano com a natureza e, em Estética, é refletido os movimentos culturais brasileiros. Por fim, em Poesia, a exposição apresenta obras da poesia concreta, com reflexões sobre o português, além da arte escrita e visual. 

A exposição é gratuita e pode ser visitada até 7 de março de 2022, de quarta a segunda-feira, das 09h às 19h. No entanto, o ingresso deve ser resgatado no site Eventim.

spot_img

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados