Governo de SP implanta toque de restrição no estado

O governo de São Paulo determinou, nesta quarta-feira (24), a restrição de circulação das 23h às 05h em todo o estado, a partir desta sexta-feira (26). 

A medida valerá até 14 de março e, segundo o governador João Doria, surge após o estado registrar o maior número de pacientes com Covid-19 internados em Unidades de Terapia Intensiva desde o começo da pandemia. 

"Chegamos ao recorde de internados com Covid-19 no sistema hospitalar de São Paulo e, atendendo a recomendação do Comitê de Contingência, decretamos a restrição de circulação de pessoas das 23h às 05h em todo o estado", disse o governador na coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes. As aglomerações seguem proibidas em qualquer horário e, foi divulgada uma força-tarefa para ampliar a fiscalização de estabelecimentos, bares, restaurantes e festas clandestinas. 

O coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes, declarou ainda que se a tendência atual se manter, pode haver um esgotamento de leitos de UTI em cerca de três semanas.

Além da restrição, Doria antecipou a Reclassificação do Plano São Paulo – que acontece às sextas-feiras – e regrediu Marília para a Fase Vermelha da quarentena, junto das regiões de Barretos, Presidente Prudente, Bauru e Araraquara. As demais regiões do estado não passaram por alterações. A cidade de São Bernardo do Campo, na Grande SP, anunciou na última segunda-feira (22) o toque de recolher entre 22h e 05h e adiou a volta às aulas presenciais, previstas para 1º de março. 

Durante a coletiva, o governador também atualizou a entrega de 900 mil doses da Coronavac ao Ministério da Saúde. "Até abril, entregaremos 46 milhões de doses para o Sistema Nacional de Imunização", disse.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados