Mitos e Verdades sobre os cuidados da garganta

Olá, eu sou o doutor Jamal Azzam, médico otorrinolaringologista e vamos falar sobre os principais mitos e verdades em relação a garganta.

Não se operam mais as amígdalas

Isso é um mito! As amígdalas têm sim indicações cirúrgicas muito precisas, especialmente quando o tamanho delas é muito aumentado, podendo levar a ronco e até apneia do sono. Chamo atenção nas crianças, que havendo uma indicação precisa e correta, a recuperação da cirurgia é muito mais rápida e melhor.

Para curar dor de garganta tem que tomar antibiótico

Isso é um mito, muitas dores de garganta são causadas por irritações, inflamações mais simples, viroses que não têm indicação de antibiótico e muitas vezes também a dor de garganta é causada por um problema no estômago que gera um refluxo. Muito cuidado com o uso indiscriminado dos antibióticos!

Roncar não é normal

Isso é uma verdade. O ronco repetido e constante pode ser sinal de uma doença muito grave que se chama apneia do sono, que cursa com paradas respiratórias e complicações a longo prazo. Portanto, se você ronca, ou alguém que você conhece ronca constantemente, procure ajuda do médico otorrinolaringologista.

Devemos comer pão quando uma espinha de peixe fica na garganta

Isso é um mito. O pão poderá empurrar mais ainda essa espinha entrando nos tecidos e dificultando a visualização pelo médico. Também nunca introduza o dedo ou nenhum objeto pra tentar tirar. Se isso acontecer procure um médico imediatamente.

Dor de garganta constante pode ser ocasionada pelo estômago

Verdade, o refluxo laringofaríngeo é extremamente comum hoje em dia e leva a dores constantes, sensação de que tem algo parado na garganta, tosse frequente, rouquidão e muitas vezes a pessoa acaba não tendo a menor ideia de que pode ser o estômago. Então, se tiver dores constantes procure um médico otorrinolaringologista.

Rouquidão é normal

Isso é um mito. A rouquidão não é normal, especialmente, se se prorrogar por mais de uma semana. Muito cuidado porque existem doenças muito graves, inclusive malignas, que podem dar como seu primeiro sinal uma rouquidão constante.

Hoje nós falamos sobre mitos e verdades. Espero que essas dicas tenham ajudado bastante a vocês. Aproveitem e até a próxima!

Texto por Jamal Azzam | Otorrinolaringologista

spot_img

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados