Mitos e Verdades sobre os cuidados dos ouvidos

Olá, eu sou o doutor Jamal Azzam, médico otorrinolaringologista. Hoje vamos falar sobre mitos e verdades em relação aos ouvidos.

Haste de algodão foi feita para usar nos ouvidos

Mito, as hastes de algodão não foram feitas para serem introduzidas no ouvido, inclusive, os próprios fabricantes orientam isso no verso. O que acontece é que se você pegar uma haste de algodão e introduzir no canal do ouvido você pode lesar a membrana do tímpano, os ossinhos, inclusive, levando a lesões muito graves.

Cera é sujeira

Mito, a cera é uma proteção, ela é muito importante pela sua constituição ácida para evitar as infecções por bactérias e fungos. Claro, se a cera levar a um desconforto social pela questão estética ou por diminuir a audição, o médico deverá ser consultado e tomar a devida conduta, mas não faça isso você, porque você pode piorar a situação.

Ouvir som alto pode lesar a audição

Verdade, o ouvido é um órgão sensitivo bastante importante para a nossa vida. Quando o som é muito alto, ele pode lesar as terminações nervosas mais delicadas do nosso ouvido interno. E aí um alerta, as lesões auditivas induzidas por ruídos são definitivas e irreversíveis. Não há cirurgia, não há remédio, não há tratamento.

Fones de ouvidos são todos iguais

Isso é um mito. Os fones de ouvido mais comuns utilizados são aqueles pequenos que introduzimos no canal. Mas eles não vedam totalmente a entrada do som ambiente indesejável. Dê preferência aos fones do tipo concha, que vedam este ruído ambiente, porque o ruído ambiente entrando junto com a música faz com que a chance de lesão auditiva seja cada vez maior.

Labirintite não tem cura

Isso é um mito. A labirintite é uma situação muito desconfortável, mas cada vez mais a Medicina consegue um diagnóstico preciso e tratar os pacientes. Não deixe de tratar se tiver esta doença que é muito ruim.

Zumbido no ouvido tem tratamento

Verdade. O zumbido, cada vez, mais é diagnosticado com precisão pela Medicina. Você não deve conviver com isso para o resto da vida. Procure o seu médico.

Hoje nós falamos sobre mitos e verdades. Espero que essas dicas tenham ajudado bastante a vocês!

Texto por Jamal Azzam | Otorrinolaringologista

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados