Nômade Festival e MITA: veja os destaques do final de semana em SP

O final de semana, entre os dias 14 e 15 de maio, foi de bastante shows na capital paulista. Entre os destaques, estão o Nômade Festival – em sua terceira edição – e Mita Festival, estreante tanto aqui como no Rio de Janeiro, onde os shows desembarcarão no próximo sábado (21). 

Nômade Festival (14 de maio)

Depois de ter sido adiado duas vezes devido a pandemia, o público pôde dançar e cantar muito durante as 10 horas de duração do evento, que contou com um line-up 100% brasileiro, recheado de MPB, pop e abrindo espaço para estilos que estão ganhando destaque no país. 

A programação foi dividida em dois palcos. No principal, os shows foram de: Majur, Duda Beat, Gilsons, IZA e, para fechar a noite, Caetano Veloso, que emocionou muito o público apresentando as músicas da sua turnê “Meu Coco”. Já no segundo palco, a novidade foi que a curadoria foi totalmente feita pelo Bananada (GO), que é um dos festivais independentes mais antigos do país, trazendo os nomes: Pluma, Bala Desejo, Tuyo e Urias. 

Nostálgicos, Bala Desejo conquista o público sem esforço 

Um dos nomes mais falados na cena brasileira contemporânea, o grupo Bala Desejo apresentou o álbum de estreia “SIM SIM SIM”. Composto pelos amigos Dora Morelenbaum, Julia Mestre, Lucas Nunes e Zé Ibarra – que já possuíam carreiras individuais -, eles subiram ao palco para reforçar o porquê de serem tão conhecidos atualmente. Com uma musicalidade rica, mesclando referências dos anos 70 e, ao mesmo tempo, seus estilos únicos, fizeram o público pular muito ao som de "Lua Comanche", "Clama Floresta", "Dourado Dourado", "Lambe Lambe" e "Passarinha". Para se emocionar, teve "Muito Só" e "Nesse Sofá". E, ao final, completando a discografia do grupo, a última – e talvez mais esperada canção a ser ouvida – "Baile de Máscaras (Recarnaval)", que abre o álbum, mas que, para o show, foi escolhida para se despedir do público, que ansiava por mais. Uma apresentação que justifica o fenômeno Bala Desejo. 

Gilberto Gil convida a neta, Flor Gil, para cantar no Mita Festival (14 de maio)

"Se emocionou?", perguntou Gilberto Gil para a neta, Flor Gil, de 13 anos, que chorava no palco do Mita Festival, no último sábado, dia 14, após cantar para um público grande pela primeira vez, segundo o cantor. A neta balançou a cabeça que sim, arrancando aplausos e gritos da plateia, inclusive da mãe, Bela Gil, que postou um vídeo nas redes sociais emocionada e comemorando o encontro do pai e da filha no palco. Flor participou de toda a apresentação de Gil no evento, mas tomou frente do concerto em pelo menos duas músicas, "Say a Little Prayer", de Burt Bacharach, e "Goodbye My Girl", uma versão em inglês de "Norte da Saudade", lançada originalmente pelo próprio Gil em 1977, no álbum Refavela. O Mita Festival ainda teve apresentações de Marina Sena, Luedji Luna, Black Alien, Xênia França e Day, com participação de Lucas Silveira (Fresno), além de Tom Misch e Rufus du Sol, as duas atrações internacionais responsáveis por fechar a noite.

Gorillaz reúne gerações em show de quase duas horas no Mita (15 de maio)

A banda Gorillaz, liderada por Damon Albarn, fechou a primeira edição do Mita Festival em São Paulo com o público pedindo por mais. O grupo surgiu no fim dos anos 1990 e alcançou enorme sucesso no começo dos anos 2000, carreira que segue consolidada até hoje. Damon foi à plateia inúmeras vezes durante a apresentação, interagindo com os fãs e animando uma noite de lua cheia da capital paulista. Até Elton John esteve presente no show! Em animação no telão, o artista participou em "The Pink Phantom", música de 2020 feita em parceria com a banda. Os Gorillaz cantaram por quase duas horas, em um show  que teve, ainda, hits como "Feel Good Inc.", "Tomorrow Comes Today", "Dirty Harry" e, para fechar a noite, a icônica "Clint Eastwood". Neste segundo dia de Mita, ainda tiveram shows de Letrux, Liniker, Heavy Baile, Marcelo D2, Matuê e Two Door Cinema Club. 

Mita Festival no Rio de Janeiro

O evento desembarca no Jockey Club do Rio no próximo final de semana, entre os dias 21 e 22 de maio. O line-up é praticamente o mesmo, com algumas alterações. Entre as diferenças, em São Paulo, Matuê, Marina Sena e Luedji Luna estiveram na programação, enquanto o RJ contará com Jão e The Kooks. 

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados