Quando Bono inspirou Bob Dylan a gravar

No final de 1987, Bob Dylan estava ferido e cansado da turnê com o Grateful Dead. Ferido, porque ele havia machucado sua mão em um acidente doméstico e temia não poder mais tocar guitarra. Após muita fisioterapia, Dylan voltou a compor, mas não pensava em transformar suas letras em músicas.

Bono, o visionário

Entra em cena Bono. O líder do U2 visitou Dylan em sua residência, e após uma noitada de muito bate-papo, Dylan mostrou seus novos versos à Bono. O irlandês simplesmente adorou. Sua primeira atitude foi apresentar Dylan ao canadense Daniel Lanois, um dos produtores que deu vida ao clássico do U2, The Joshua Tree.

Oh Mercy e parceria com Bono

Dylan aceitou a sugestão, e o resultado foi conferido em Oh Mercy – o aplaudido LP gravado em Nova Orleans lançado em 1989 – considerado um retorno à excelente forma, e comparado aos melhores discos dos anos 60. Mais do que isso: da reunião com Bono saiu uma parceria histórica: Love Rescue Me, incluída em Rattle & Hum, lançado pelo U2 no ano anterior.

Em 1988, Dylan ainda se uniria a Tom Petty, George Harrison, Roy Orbinson e Jeff Lynne no supergrupo Traveling Wilburys. Mas isso é assunto para outro Mistérios do Pop!

@lphaFM

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados