Rosa mosqueta melhora a hidratação e atenua manchas da pele

Em tempos de inovação e avanço da ciência e tecnologia cosmética, destaca-se a sabedoria dos tempos da vovó. Sem rodeios ou lorotas, as vovós eram adeptas dos ingredientes fornecidos pela mãe natureza…Sábia Mãe Natureza! E sábias vovozinhas! Será que elas tinham ideia do poder que a Rosa Mosqueta traz naturalmente consigo? Arrisco dizer que não, mas tenho a mais absoluta certeza que os resultados nada tinham de lorota! Muitos anos se passaram e trouxeram diversos recursos científicos que possibilitaram uma verdadeira investigação sobre essa majestade: a Rosa Mosqueta! Ah sim, as vovós também são majestades, mas quem investigasse a vida dela levaria logo um safanão! Chega de papo furado e mergulhemos agora na fantástica química da Rosa Mosqueta..

A forma mais comum de usufruir dos benefícios da Rosa Mosqueta é através do óleo, obtido a partir das rosas silvestres cultivadas principalmente na Cordilheira dos Andes, no Chile, devido às baixas temperaturas da região. A rosa mosqueta apresenta pétalas brancas, rosadas ou amareladas, que caem, resultando em um fruto vermelho e oval com tamanho entre 1,5 e 3 centímetros de diâmetro, do qual o óleo é extraído.

A composição do óleo de rosa mosqueta é um bafafá: inclui ácidos graxos poli-insaturados, como ácido oleico e linoleico (ômega 6), alfa-linolênico (ômega 3) e ômega 9, vitaminas A, C, B1, B2, E e K, além de diversos minerais, incluindo potássio, cálcio, sódio, ferro, magnésio e fósforo. Essa riquíssima composição faz do óleo de rosa mosqueta um poderoso aliado da pele, principalmente quando se trata de hidratação e regeneração celular. No entanto, os benefícios não param por aí. Graças à alta concentração de antioxidantes lipofílicos, incluindo os tocoferóis e os carotenóides, o óleo de rosa mosqueta exibe elevada capacidade anti-inflamatória e antioxidante, responsável por amenizar o estresse oxidativo das células e desacelerar o relógio do envelhecimento cutâneo.

É recomendado há décadas para melhorar a hidratação da pele, atenuar cicatrizes, manchas e queimaduras. Mas vale lembrar que o óleo de rosa mosqueta pode ser utilizado também nas unhas e nos cuidados corporais e capilares.

Confira abaixo alguns exemplos da utilização do Óleo de Rosa Mosqueta:

→ Hidratação e Nutrição Facial

O óleo de rosa mosqueta pode ser aplicado puro na face ou adicionado ao creme de uso diário. Para o uso diurno a recomendação é que seja aplicada uma fina camada do óleo de rosa mosqueta após a limpeza e antes do protetor solar. Para uso noturno, o óleo de rosa mosqueta costuma ser a última etapa de skincare, sendo importante fazer a remoção da maquiagem, limpeza e tonificação do rosto previamente à sua utilização.

Aqui vale uma ressalva: peles oleosas ou acneicas se adaptam melhor a outros tipos de óleo, como por exemplo o de Jojoba, que possui toque mais seco e sua composição contribui para a regulação da produção de sebo. Não trata-se de contraindicação, mas vale a pena experimentar tanto um quanto outro e avaliar a adaptação da pele.

→ Tratamento de Estrias

O óleo de rosa mosqueta está particularmente indicado para estrias avermelhadas, que são mais recentes e respondem melhor a tratamentos que priorizam a hidratação da cútis.

Apesar de não existirem estudos específicos para comprovação da eficácia nesses casos, a hidratação da pele é uma das principais recomendações para prevenção e tratamento de estrias, pois uma pele hidratada é também uma pele mais elástica.

A boa notícia é que até mesmo as gravidinhas podem utilizar o óleo de rosa mosqueta durante toda a gestação para prevenir o aparecimento de estrias no abdômen, mamas e quadril.

→ Cleansing Oil Demaquilante

Neste caso basta massagear suavemente o óleo de rosa mosqueta na pele maquiada, permitindo que ele interaja com a pele e remova todo o pigmento da maquiagem, enquanto promove a hidratação e regeneração cutânea. Em seguida, deve-se lavar o rosto com um sabonete facial apropriado para o seu tipo de pele.

→ Hidratação Capilar

Além do seu potencial de hidratação, o óleo de rosa mosqueta reduz o frizz e promove o alinhamento dos fios de cabelo. Pode ser utilizado puro, espalhando-se algumas gotinhas diretamente nos fios secos, como um reparador de pontas. Uma outra possibilidade é utilizá-lo para fazer a umectação dos fios. Nesse caso, deve-se espalhar o óleo nos fios secos e removê-lo após uma ou duas horas durante o banho.

→ Hidratação das Unhas

Indica-se a aplicação do óleo de rosa mosqueta nas unhas sem esmaltação, com a finalidade de hidratação das unhas e cutículas, impedindo a quebra da lâmina ungueal e dando adeus àquelas pelinhas ressecadas que tanto incomodam.

→ DICA DE AUTOCUIDADO: que tal preparar uma receita de um hidratante e regenerador facial supimpa, utilizando o óleo de rosa mosqueta como ingrediente? Por essa nem as vovozinhas esperavam!

★ Elixir Hidratante para Peles Maduras

25 ml de óleo vegetal de Rosa Mosqueta

5 gotas de óleo essencial de Palmarosa ou Olíbano 5 gotas de óleo essencial de Gerânio

10 gotas de óleo essencial de Lavanda

Misture todos os ingredientes em um frasco âmbar, com tampa a conta gotas. Aplique no rosto, pescoço e colo todos os dias, pela manhã e à noite. Não se esqueça do protetor solar. Pode ser utilizado em outras regiões, como dorso das mãos, cotovelos, joelhos e pés.

Por Heloísa Olivan, cosmetóloga, em parceria com o Saúde Minuto. 

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados