Skank e os 20 anos do álbum “Siderado”

Por Claudio Dirani

Inverno de 1998. Após vender quase 2 milhões de O Samba Poconé graças ao hit Garota Nacional, o Skank estava pronto para emplacar Siderado – o quarto álbum da banda mineira. No dia do lançamento oficial do disco, Samuel Rosa deixou bem claro o sentimento sobre o sucesso do Skank em um universo pop totalmente ímpar. "Estamos nos sentindo meio sós no cenário musical brasileiro, porque o que fazemos não é pagode, não é axé, mas vende como tais”, declarou. “O sucesso te deixa muito sozinho. Somos nós quatro e Deus”, confessou o vocalista à Folha de S. Paulo, na edição de 8/7.

Mutações

Siderado chegou às lojas há 20 anos, cercado por mudanças. O álbum foi o primeiro trabalho brasileiro mixado em Londres, nos estúdios Abbey Road (famoso pelos Beatles). Outra alteração vital foi a troca na produção. Sai Dudu Marote entra a dupla Paul Ralphes (do hit I Hear You Call) e John Shaw (UB40).

500 mil de cara

Antes mesmo de chegar às lojas, Siderado já saiu vencedor, com 500 mil unidades encomendadas. O primeiro single também foi responsável pelo ótimo desempenho do CD. Resposta (que você confere na programação da Alpha FM) é uma bela parceria de Samuel Rosa e Nando Reis. Apesar de não chegar perto de O Samba Poconé, Siderado beirou a marca de 1 milhão de cópias vendidas.

@lphaFM

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados