WELLNESS

Como o mindfulness pode ajudar na concentração?

Principal objetivo dos exercícios é promover mais atenção ao cotidiano

Por: Yuri Sena
30/03/2021 - São Paulo

mindfulnees meditação concentração

Quem nunca se sentiu desatento e sem concentração durante o dia a dia? Os exercícios de mindfulness servem para treinar a consciência quando estamos distraídos, e auxilia no direcionamento da nossa atenção. A frequência do treino da chamada “atenção plena”, consiste em tipos de meditação, que provoca a neuroplasticidade (adaptação do cérebro) e faz com que voltar ao foco se torne uma habilidade.


O que é mindfulness?



O método pode ser definido como “consciência plena”.


Alguns estudos apontam que o cérebro humano pode produzir até 60 mil pensamentos por dia, o que torna importante repousar a atenção em elementos do presente. Além disso, a prática pode ser uma boa aliada para o tratamento de depressão, ansiedade e estresse crônico. Além disso, pode auxiliar em dores físicas e na regulação do sistema imunológico.


Comece a praticar! Confira alguns exercícios



Iniciar na prática, para alcançar a atenção desejada não requer muito esforço, apenas um pouco de determinação e comprometimento com os exercícios. Eles vão auxiliar a organizar as emoções e impulsionar sua concentração.


Pratique em momentos simples do cotidiano 



É possível realizar a prática de mindfulness em diversos momentos, principalmente ao realizar tarefas básicas do cotidiano como escovar os dentes. Este exercício específico ajuda a evitar a agitação e, ao acalmar o corpo, a mente. 


Foque nas sensações que você sente ao escovar os dentes. Pare em frente ao espelho e observe seu rosto com isso, mantenha a atenção nos movimentos da escova em sua boca, leve sua atenção nos dentes inferiores, nos dentes superiores, da esquerda e da direita, em seguida sinta o frescor e o gosto da pasta dentro da boca e permaneça focado, mande para longe os pensamentos paralelos.


Meditação 



O exercício da meditação ajuda a acalmar o ritmo mental e a reduzir a ansiedade. De início, o importante é que transfira sua atenção para a respiração em seu abdômen. Sinta como o ar entra e sai de seus pulmões. Após isso, aumente o volume até encher o seu peito e diminua a velocidade em que você expira. Depois, perceba como os batimentos cardíacos diminuem.


Em momentos de crise 



É muito importante aceitar e vivenciar cada tipo de emoção sem rejeição ou julgamento. A aceitação é uma atitude poderosa capaz de agir contra o estresse e a falta de atenção. Para isso é necessário que se localize a emoção no corpo. Identifique sensações como resposta. Há tremores, formigamento ou frio, por exemplo? Fique atento nesta sensação por alguns momentos para compreender como esta emoção age em seu físico. Se concentre e respire fundo várias vezes. 


Sendo assim, todas as práticas podem ajudar a preservar a saúde mental, gerenciar o estresse e diminuir a ansiedade.


Leia Mais: Saiba o que é mindfulness e como a prática pode impactar na sua vida

Veja também

Governo de SP anuncia vacinação para grupo de comorbidades
CORONAVÍRUS

Governo de SP anuncia vacinação para grupo de comorbidades

Gestão também informou sobre a imunização de funcionários do setor de transporte

20/04/2021 - São Paulo

imagem divulgação
ALPHA SOCIAL

Ação da Cidadania ajuda mais de 22 milhões de brasileiros

ONG já distribuiu 45 mil toneladas de alimentos

20/04/2021 - São Paulo

Enxaqueca: saiba como lidar
WELLNESS

Enxaqueca: saiba como lidar

Dores de cabeça frequentes atingem cerca de 30 milhões de brasileiros

20/04/2021 - São Paulo