WELLNESS

Conheça os benefícios da aromaterapia

Prática pode ajudar no tratamento contra a ansiedade e a depressão

Por: Nicole Defillo
26/01/2021 - São Paulo

aromaterapia

Você sabe o que é aromaterapia? Essa é uma técnica de cura milenar que aposta no tratamento a base de diferentes óleos essenciais. O mais interessante é que eles podem atuar tanto para a melhora do emocional quanto do corpo. 


De acordo com a aromaterapeuta e consultora em Feng Shui, Cristiane Mazará,   a aromaterapia é a ciência que estuda as propriedades medicinais das plantas aromáticas, ou seja, utiliza os óleos essenciais, que são extraídos de sementes, folhas, frutos, troncos, flores, resinas e raízes, para tratar desconfortos físicos, emocionais, mentais e, até mesmo, no campo mais sutil, espiritual. 


Além disso, a profissional afirma que a terapia possui alguns princípios básicos, e que antes de iniciar o tratamento é necessário entender melhor quais são eles. “Podemos destacar o respeito ao meio ambiente, uma vez que há óleos que necessitam de toneladas de flores para se extrair um litro. Hoje, a principal preocupação dos profissionais envolvidos nesta área é com o uso seguro e sustentável, usando como lema: menos é mais”. 


Cristiane explica que o tratamento possui diversos benefícios, como fortalecedores das nossas defesas naturais, antimicrobiana, anti-inflamatória, expectorante, digestiva, além de agir no nível psíquico por sua ação relaxante ou estimulante. E acredite, os pontos positivos não param por aí. “De forma resumida podemos dizer que ajuda a tratar indigestão, problemas respiratórios, dores de cabeça, musculares e articulares, dor de dente, sintomas da TPM, menopausa, inflamações, infecções, falta de concentração, estresse, depressão, ansiedade, rejuvenescimento da pele e muitos outros”, afirma a aromaterapeuta.


Para muitas pessoas, a escolha dos óleos essenciais parece ser aleatória e até mesmo “sem sentido” mas, Cristiane garante que não é bem assim. “A aromaterapia é uma prática que respeita a individualidade de cada ser. Há uma infinidade de aromas, com propriedades terapêuticas bem parecidas, mas o mesmo óleo essencial traz respostas diferentes para cada pessoa, sendo assim, a melhor forma de escolher um óleo essencial é se consultando com um profissional qualificado para verificar qual a melhor forma de uso, tempo, segurança, escolha do aroma”.


Apesar dos benefícios, a prática possui contra indicações como qualquer outro tratamento. As pessoas hipertensas, por exemplo, não podem usar óleos essenciais com ação hipertensora. Já os óleos cítricos têm ação fotossensível,  e deve-se evitar a exposição ao sol após o uso. Outra contra indicação é para mulheres grávidas, principalmente nos três primeiros meses de gestação, crianças menores de 3 anos, cardíacos e pessoas que fazem uso de medicação contínua.


“A melhor forma de escolher um óleo essencial para tratar as dores emocionais é inalando-o e sentindo como seu corpo responde a ele, além de observar sua composição para verificar se o paciente pode ou não usar”, afirma Cristiane. A dica da profissional é simples e deve ser praticada sempre para fazermos um uso seguro da terapia. 

Veja também

Bruno Mars Maroon 5 Paralamas do Sucesso Justin Bieber Jão
CULTURA & ENTRETENIMENTO

Bruno Mars, Maroon 5 e Paralamas do Sucesso lançam clipes inéditos

Jão e Justin Bieber também divulgaram novos hits

05/03/2021 - São Paulo

Pets Comedouros Elevados
PETS

Entenda a importância dos comedouros elevados para pets

Inclinação ao se alimentar provoca uma sobrecarga nas articulações

05/03/2021 - São Paulo

Pato Fu
CULTURA & ENTRETENIMENTO

São Paulo Para Crianças: Pato Fu apresenta show online no Diversão em Cena ArcelorMittal

Banda utiliza instrumentos musicais de brinquedo e em miniatura para o show

05/03/2021 - São Paulo