Dia 14 de Junho: Dia Mundial do Doador de Sangue

Instituições promovem ações para incentivar o ato

Dia 14 de Junho: Dia Mundial do Doador de Sangue

Por Vanessa Rabello 


O mês de junho é um dos meses mais importantes para as doações de sangue. Chamada de Junho Vermelho, a mobilização nacional tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância do gesto solidário. E hoje, dia 14 de junho, é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. 


Com o isolamento social e o inverno se aproximando, os Bancos de Sangue em geral estão com seus estoques em situação crítica, operando com déficits que ultrapassam a marca de 50% de sua capacidade.


A ARTESP, Agência de Transporte do Estado de São Paulo, juntamente com o apoio das 20 concessionárias que administram as rodovias paulistas, participa da campanha deste mês. A iniciativa é uma parceria com a Fundação Pró-Sangue. As ações tiveram início no dia 08 de junho e, desde então, as concessionárias estão exibindo nos 388 painéis eletrônicos distribuídos ao longo dos quase 10 mil quilômetros de rodovias concessionadas, mensagens de incentivo ao ato. 


 


De acordo com informações do Banco de Sangue do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, entre abril e maio deste ano, houve uma redução de 57 e 52%, respectivamente, no número de doadores se comparado ao mesmo período do ano passado. Devido à pandemia, o serviço opera com 25% da capacidade. 


Diante deste cenário, o Banco de Sangue do HSPE iniciou a campanha “Seu tipo sanguíneo é solidário?” para impulsionar o maior número de doações durante este período. Para doar, não é preciso agendar horário e o serviço funciona de segunda a sexta, entre as 09h e 16h e aos sábados, entre 08h e 16h, na Rua Pedro de Toledo, 1800, na Vila Clementino, na capital. 


Requisitos básicos para a doação:


• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;


• Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);


• Estar em boas condições de saúde;


• Pesar no mínimo 50 kg;


• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;


• Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;


• Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);


• Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;


• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;


• Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS;


• Não ter diabetes em uso de insulina;

r