Chic Show: o guia completo do festival

Neste sábado (13), São Paulo será palco da celebração dos 50 anos do icônico baile Chic Show. O evento, que acontecerá no Allianz Parque, na zona oeste da cidade, contará com performances de Lauryn Hill, YG Marley, Wyclef Jean e Mano Brown, entre outros.

Os ingressos para a grande festa ainda podem ser adquiridos no site da Tickets On ou nas bilheterias do estádio do Palmeiras. Embora os ingressos para a pista já estejam esgotados, é possível garantir entradas para outros setores, com preços variando de R$ 200 (entrada solidária na cadeira superior) a R$ 680 (inteira na pista premium). Sobretudo, quase 90% dos bilhetes já foram adquiridos. 

Além disso, em parceria com o Metrô de São Paulo, o Chic Show estabeleceu uma bilheteria especial na estação São Bento. Assim, quem visitar a estação no centro da cidade poderá comprar ingressos com desconto para o evento, incluindo entradas para a cadeira inferior por R$ 150.

Tudo oque você precisa saber sobre o Chic Show!

 

O line-up completo do festival! 

  • 13h20 – Sandra Sá
  • 14h – DJ
  • 14h30 – Rael
  • 15h30 – DJ
  • 16h – Criolo
  • 17h – DJ
  • 17h30 – Jimmy “Bo” Horne
  • 18h30 – DJ 
  • 19h – Mano Brown com a banda Boogie Naipe
  • 20h – DJ
  • 20h35 – Lauryn Hill, YG Marley, Wycleaf Jean

* A ordem dos DJs residentes que fizeram história na época – Luciano, Grandmaster Ney e Preto Faria – não foi divulgada.

 

Serviços:

 

Quando: Sábado, 13 de julho de 2024

Onde: Allianz Parque – Avenida Francisco Matarazzo, 1705 | R. Palestra Itália, 200

Abertura dos portões: 12h | Horário do festival: 13h45 às 23h15

Classificação Etária: 16 anos. 

 

O que é proibido levar!

 

  • Camisa de time de futebol;
  • Papel em rolo, jornais, revistas, bandeira e faixas com mastro;
  • Alimentos: Apenas permitido alimentos industrializados, com a embalagem lacrada originalmente como salgadinhos e bolachas;
  • Vasilhames, copos de vidro ou qualquer outro tipo de embalagem, contendo bebidas ou refrigerantes de qualquer outra natureza que, direta ou indiretamente possam provocar ferimentos, exceto uma garrafa de água destampada de material flexível;
  • Máquinas fotográficas profissionais com lentes intercambiáveis e filmadoras;
  • Capacetes de motos e similares; 
  • Correntes, cinturões e pingentes;
  • Pau de Selfie, braceletes com cravos e correntes de carteira, ponteiras laser e buzinas;
  • Fogos de artifício de qualquer natureza e/ou explosivos;
  • Objetos Pontiagudos (canetas) e perfurocortantes (tesoura, cortador de unha, etc.);
  • Balões em geral, malabares;
  • Substâncias tóxicas, bebidas alcoólicas, (remédios podem, desde que estejam acompanhados de prescrição médica);
  • Vape (cigarro eletrônico).

 

Sobre o Chic Show

Nos anos 70 e 80, a cidade de São Paulo viu emergir um dos eventos mais emblemáticos e influentes para a cena musical afro-brasileira: o Chic Show. Fundado por Luizão, Eduardo, Baianinho e alguns outros entusiastas da música, o Chic Show, sem dúvida, tornou-se um fenômeno cultural que redefiniu os bailes da periferia paulistana e se estabeleceu como um verdadeiro templo da black music no Brasil.

Sobretudo, nos bailes, predominavam os ritmos soul, funk, R&B e disco. Essas festas se tornaram um espaço onde a comunidade podia celebrar sua identidade. Bandas e artistas icônicos dos Estados Unidos, como, em suma, James Brown, Earth, Wind & Fire, Marvin Gaye e Kool & The Gang, eram presença constante nas playlists dos DJs do Chic Show.

Os bailes do evento eram conhecidos por suas pistas de dança vibrantes e pelo som potente que ecoava pelas noites paulistanas. Assim, a batida forte do funk e a suavidade do soul criavam uma atmosfera única, onde a música era mais do que entretenimento: era uma forma de expressão e resistência.

Agora em 2024, o festival, sem dúvida, entregará na nova edição as memórias e influências que fez do evento um dos maiores da cena de todos os tempos.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados