Após veto da Prefeitura de São Paulo, Allegra Pacaembu cancela show de Roberto Carlos

A concessionária Allegra Pacaembu, que administra a Mercado Livre Arena – Pacaembu, em São Paulo, cancelou o show do cantor Roberto Carlos, previsto para a noite desta sexta-feira (19). A apresentação marcaria o início da turnê “Eu Ofereço Flores” no dia do aniversário de 83 anos do “Rei”.

A Allegra e a produtora Four Even lamentaram o fato. “A produção do evento informa a quem adquiriu os ingressos on-line que entrem em contato pelo canal de atendimento (WhatsApp 0800-232-0800). Para quem adquiriu ingressos físicos, informaremos nos próximos dias qual será a forma de devolução dos valores”, disseram em comunicado.

O Corpo de Bombeiros havia protocolado na quinta (18) um pedido de cancelamento após perceber 18 irregularidades no local do evento, o Mercado Pago Hall, no 2º subsolo do estádio. Os agentes constataram, por exemplo, portas corta-fogo não instaladas, rotas de fugas obstruídas por andaimes e sistema de hidrantes despressurizado.

O espaço, que receberia 3 mil pessoas, passou por uma nova vistoria nesta manhã, após a intervenção da Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo. Os bombeiros e a Coordenadoria de Controle e Uso de Imóveis, órgão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, vetaram o espaço.

A Allegra Pacaembu se apegava a outra decisão do dia anterior que autorizava a realização do show de Roberto Carlos. O parecer técnico, no entanto, versava essencialmente sobre cuidados com a preservação do patrimônio.

Após a decisão da Prefeitura paulistana, a Allegra chegou a dizer que o evento estava mantido, porque cumpria “todas as normas vigentes na cidade (…) para um evento em local temporário. Por conta disso, a gestão municipal enviou servidores da Subprefeitura da Sé para lacrar o Pacaembu. Os organizadores recuaram.

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados