Motoristas já podem pagar IPVA 2024 nesta terça-feira (2)

Quem optar por pagar à vista terá desconto de 3% no valor

Proprietários de veículos de São Paulo já podem realizar o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2024. O dono tem até a data de vencimento da placa para quitar o imposto e os valores poderão ser parcelados em até cinco vezes. Quem pagar o imposto à vista em janeiro tem desconto de 3%.

Neste ano, o imposto está 4,1% mais barato, depois de dois anos de alta, segundo o valor venal dos veículos medidos pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O pagamento pode ser feito por meio do site da Secretaria da Fazenda.

Os débitos inscritos na dívida ativa relativos ao IPVA podem ser consultados, quitados ou parcelados diretamente no Site do Contribuinte. Por lá, é preciso informar o número do Renavam e a placa do veículo.

Como faço para pagar meu IPVA 2024?

Os proprietários podem escolher entre algumas formas de pagamento com vencimentos de acordo com o final da placa:

À vista

Cota única em janeiro com desconto de 3%
Cota única em fevereiro, sem desconto

Parcelamento, sem desconto, cota mínima de R$ 70,72

Em 3 vezes, de janeiro a março (IPVA entre R$ 212,16 e R$ 282,87)
Em 4 vezes, de janeiro a abril (IPVA entre R$ 282,88 e R$ 353,59)
Em 5 vezes, de janeiro a maio (IPVA acima de R$ 353,60)

Neste ano, os motoristas poderão pagar o imposto por pix, com a geração de QR code que terá duração de 15 minutos, pela rede bancária, com a Renavam ou com cartão de crédito, em empresas autorizadas. Quem optar por antecipar o licenciamento anual deverá quitar todos os débitos que recaiam sobre o veículo, incluindo o IPVA, a taxa de licenciamento e multas de trânsito, se houver.

Atraso

O contribuinte que deixar de recolher o imposto pagará multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Após 60 dias de atraso, o percentual final é de 20% de juros e multa.

Depois disso, se não houver pagamento, o débito será inscrito na Dívida Ativa, além da inclusão do nome do proprietário no Cadin Estadual, impedindo-o de aproveitar o eventual crédito que possua por solicitar a Nota Fiscal Paulista. A inadimplência do IPVA impede o novo licenciamento do veículo.

Leia também: Tarifa dos trens e metrô sobe para R$ 5 em São Paulo

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados