Dia da Mulher: Relembre 10 colaborações musicais femininas

O Dia Internacional da Mulher está chegando! A data é celebrada em 8 de março e marca uma pausa para relembrar as conquistas femininas, além dos desafios que ainda persistem na luta pela igualdade de gênero.

Assim, apesar da indústria não ser igualitária com elas, as mulheres dominam o cenário musical global de hoje. Um exemplo claro disto é o próprio top 20 de artistas mais escutados no Spotify, em que sete são artistas femininas. Aliás, confira 10 músicas para adicionar na sua playlist e ouvir no Dia da Mulher.

Mas, ainda melhor do que as canções icônicas produzidas por elas, as parcerias musicais também agitam o universo da música e são ovacionadas pelo público. Por isso, a Alpha montou uma lista especial para você relembrar 10 colaborações femininas mais aclamadas da história:

Britney Spears x Madonna – Me Against The Music 

“Me Against The Music” não só marcou o mundo pop, como também combinou uma das mais pedidas colaborações musicais de todos os tempos. Consideradas a Princesa e a Rainha do Pop, Britney Spears e Madonna fizeram história ao dividirem o microfone e misturarem seus estilos extravagantes com as habilidades vocais singulares de cada uma.

Ademais, a parceria deu origem à outro momento memorável na carreira de ambas: a performance de ‘Me Against The Music” no VMAs 2003 contou com um selinho entre as diva pop. Aliás, em seu recente livro-biográfico lançado, Britney detalhou sobre como essa ideia surgiu: “Eu pensei comigo mesma: ‘quero um momento como esse novamente este ano. Com o beijo, será que devo ir com tudo?'”. E, assim, o ato é lembrado até hoje como um dos acontecimentos mais inesquecíveis no cenário musical.

Ariana Grande x Mariah Carey – Yes, and? (remix)

Mesmo lançado recentemente, especificamente em fevereiro deste ano, a colaboração entre Ariana Grande e Mariah Carey na canção “Yes, and?” foi recebida como um presente pelos fãs. O remix confirma ainda mais a potencia e habilidade vocal das duas cantoras, que fazem jus ao título de maiores vozes já existentes.

Entretanto, vale lembrar que a admiração entre as duas não é recente. Em 2020, As duas, além de Jennifer Hudson, já dividiram o palco em uma apresentação especial do sucesso “Oh Santa“, de Mariah.

Aliás, “Yes, and?” faz parte do mais novo trabalho de Ariana, intitulado “Eternal Sunshine”. O projeto será lançado no dia 8 de março, Dia da Mulher.

Beyoncé x Shakira – Beautiful Liar

Com uma melodia sensual, Beyoncé e Shakira sabiam exatamente o que estavam fazendo quando decidiram se juntar para produzir “Beautiful Liar”. Lançada em 2006, a canção se traduz em um forte símbolo de empoderamento através dos versos que brincam sobre mentiras contadas por homens.

Ademais, “Beautiful Liar” foi nomeado a Melhor Colaboração Pop com Vocais no 50º Grammy Awards. A versão em espanhol do hit também foi concorreu na categoria Gravação do Ano no Latin Grammy Awards de 2007.

Pitty x Elza Soares – Na Pele

Sendo uma das maiores colaborações musicais brasileiras já existentes entre artistas femininas, Pitty e Elza Soares se reuniram para produzir “Na Pele”. A canção se constrói em claros questionamentos sobre a feminilidade, como sua invisibilização, desmerecimento e falta de reconhecimento.

O videoclipe de “Na Pele” também conversa com a mesma temática dos versos, mostrando cenas icônicas das carreiras de Pitty e Elza durante os anos. A sonoridade traz um clima sombrio e até pesado para reforçar ainda mais as mensagens presentes em toda a produção. Aliás, é uma ótima recomendação de música para ouvir no Dia da Mulher.

Jessie J, Ariana Grande e Nicki Minaj – Bang Bang

Assim como fez com Mariah Carey, Ariana Grande também colaborou com Jessie J e Nick Minaj em “Bang Bang”. E, como sempre, uma chuva de vocais habilidosos dominam o hit, com falsetes, harmonizações e segunda voz que se tornam quase elementos tangíveis de tão presentes na obra. Por sua vez, Nick Minaj entra com um agradável rap que não destoa a canção, mas a deixa ainda mais completa.

Toda a produção de peso resultou em mais de um bilhão de visualizações do videoclipe no Youtube. Aliás, o sucesso ainda caminha, ou corre, para os dois bilhões de views, mesmo lançado há mais de 9 anos.

Christina Aguilera, Pink, Lil Kim e MYA – Lady Marmalade

Superando o trio acima, Christina Aguilera juntou Pink, Lil Kim e MYA para fazerem parte de uma das colaborações mais ilustres do universo musical. Com o refrão “Gitchie, gitchie, ya-ya, da-da” elas caíram no gosto do público, que aliás aclamou a escolha das integrantes desta parceria. Aliás, nada melhor que esta obra para ouvir no Dia da Mulher.

Assim, misturando o pop característico Christina, ao R&B de Mya, com o rock presente em Pink, além dos versos rap de Lil Kim, assim surgiu “Lady Marmalade”.

Ariana Grande, Miley Cyrus e Lana Del Rey – Don’t Call Me Angel

O hit “Don’t Call Me Angel”, alternativamente intitulada “Don’t Call Me Angel (Charlie’s Angels)”, é uma colaboração musical das cantoras estadunidenses Ariana Grande, Miley Cyrus e Lana Del Rey. Ademais, a obra faz parte da trilha sonora do filme “Charlie’s Angels”, de 2019. E, é claro, se apresenta como uma ótima opção para escutar durante o Dia da Mulher.

A diretora do longa, Elizabeth Banks, disse em entrevista à People ter ficado “encantada” com o trio, acrescentando que a faixa “combinou tematicamente com o filme exato que estávamos fazendo”.

Rita Lee x Cássia Eller – Luz Del Fuego

O encontro entre as duas gigantes do cenário rock brasileiro, Rita Lee e Cássia Eller, aconteceu através da canção “Luz Del Fuego”. Com seus estilos singulares, mas ainda muito similares, as cantoras ficaram lado a lado para performar mais uma obra carregada de empoderamento e representatividade da luta feminina.

Aliás, durante uma apresentação ao MTV, Rita Lee introduziu Eller, dizendo: “Um El Niño musical, que tem aquela voz de trovão. Uma garota, uma criança maravilhosa, com cabelo azul da cor do céu…Cássia Eller!”.

Cher, Chrissie Hynde e Neneh Cherry – Love Can Build a Bridge

Se engana quem pensou que nunca veria os rostos de Cher, Chrissie Hynde e Neneh Cherry colados, além de suas vozes misturadas ao harmonizar os mesmos versos. “Love Can Build a Bridge” mostrou, em 1996, o poder das parcerias musicais femininas e como as canções se tornam ainda melhores quando compartilhadas com outros nomes de peso.

Mas, vale lembrar que a obra é, na verdade, um cover da música gravada pela dupla americana Judds.

Katy Perry x Nick Minaj – Swish Swish

“Swish Swish” é um ‘meme’ ambulante. Isso porque a diva pop Katy Perry decidiu inovar e adicionar o máximo de piadas e acontecimentos engraçados da internet dentro do videoclipe da música. Entretanto, os versos da canção não seguem a mesma linha, e até fazem referência a outra cantora do mesmo gênero.

Ademais, o hit também ganhou uma outra versão de vídeo com um toque brasileiro. Gretchen foi convidada para participar do clipe da letra da canção.

Leia também: Fãs especulam show gratuito de Madonna no Rio de Janeiro

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados