Ryan Gosling diz que está aberto a cantar “I’m Just Ken” no Oscar

Durante sua carreira, Ryan Gosling atuou em diversos filmes de sucesso, mas seu papel em “Barbie” certamente se destacou como um ponto alto em suas performances. O filme recebeu várias indicações em premiações mundialmente reconhecidas, como o Globo de Ouro e o Grammy Awards, refletindo seu sucesso. Além disso, o filme recebeu diversas indicações ao Oscar de 2024. Entre elas, a música “I’m Just Ken”, interpretada por Ryan para o filme, à categoria de Melhor Canção Original. No entanto, tal indicação causou um impasse nos bastidores, uma vez que a cerimônia tradicionalmente apresenta ao vivo as músicas indicadas à categoria, e Ryan ainda não havia confirmado sua participação.

No entanto, após especulações e em entrevistas mais recentes, Ryan expressou sua disposição em se apresentar, apesar de não ter sido oficialmente convidado: “Ainda não fui convidado. Pode ser muito arriscado me ter fazendo isso. Não sei como isso funcionaria. Mas estou aberto”. Enquanto isso, sua coestrela Margot Robbie o encorajou publicamente: “Não se preocupe, estamos cutucando o Ryan sempre que podemos. ‘Vá, cante, será divertido.’ Eu gostaria. Isso me deixaria muito feliz e o mundo inteiro também”. 

La La Land: um Déjà Vu da tradição

Em 2017, outro artista substituiu Gosling na performance de “City of Stars”, um sucesso do musical La La Land, protagonizado por Gosling, e indicado à mesma categoria de “I’m Just Ken”. Assim, embora Ryan e sua parceira de tela, Emma Stone, fossem os vocais originais, John Legend apresentou a faixa no evento. Contudo, Mark Ronson, compositor de “I’m Just Ken”, declarou à Variety que a performance depende da participação de Ryan: “Não. Eu acho que, se Ryan não fizer isso, então não teremos performance”. A música foi uma das primeiras escritas para o filme e surgiu da simpatia de Mark pelo personagem Ken: “Eu instantaneamente tive essa ideia para a letra: “I’m just Ken / Anywhere else I’d be a 10.” Parecia engraçado. Pareceu um pouco emocional, tipo, esse pobre cara. Ele é tão bonito, mas não consegue chamar atenção”.

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante

Ken personifica a fragilidade masculina de um personagem cujo único propósito é a Barbie. A performance de Gosling como tal lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Para o artista, o papel de “namorado da Barbie” foi o mais difícil que ele já teve que interpretar em sua carreira.

Leia também: Oscar 2024: onde assistir aos principais filmes indicados?

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados