Vida de Oscar: quanto tempo para assistir a tudo?

Com a aproximação da cerimônia do Oscar, muitas pessoas buscam “maratonar” os filmes indicados nas principais categorias, sobretudo, de “Melhor Filme” antes da entrega dos prêmios. Os ganhadores das estatuetas da 96ª edição serão conhecidos neste sábado (10).

Contudo, a missão demanda tempo. Neste caso, é necessário quase um dia inteiro sem parar (veja as contas abaixo). Os cinéfilos mais experientes saem na frente, porque, ao terem o costume de ir ao cinema, assistem às produções, ainda sem quaisquer indicações, logo após os lançamentos no País.

O filme Oppenheimer, por exemplo, disputando 13 estatuetas, estreou nas telonas brasileiras em 20 de julho de 2023. Coincidentemente, naquele mesmo dia, saiu o fenômeno Barbie. Já Assassinos da Lua das Flores entrou em cartaz três meses depois, enquanto “Maestro” foi ao catálogo da Netflix no fim de dezembro.

Portanto, ainda faltam seis na competição de “Melhor Filme”. Todos eles ficaram disponíveis no Brasil só em janeiro ou fevereiro deste ano, metade deles após a divulgação oficial dos indicados em 22 de janeiro. Os mais tardios foram Pobres Criaturas (1º de fevereiro) e Zona de Interesse (15 de fevereiro).

Saiba a duração de cada filme

Do mais longo para o mais curto ou do mais curto para o mais longo? Quem não se lembra de O Irlandês (2019), dirigido por Martin Scorsese, com 3h29. Pois, no Oscar deste ano, existem dois fortes concorrentes, um do próprio cineasta norte-americano.

Assassinos da Lua das Flores, de Scorsese, estrelando Leonardo DiCaprio e Robert De Niro, tem 3h26. De certo, o leitor reparou que o início foi pelo mais demorado. Em seguida, vem o longa-metragem sobre o idealizador da bomba atômica, Oppenheimer, com 3h.

Completam a lista: Anatomia de uma Queda (2h32), Pobres Criaturas (2h21), Os Rejeitados (2h13), Maestro (2h09), American Fiction (1h57), Barbie (1h54), Zona de Interesse (1h46) e Vidas Passadas (1h46).

Na somatória, são 1384 minutos ou aproximadamente 23 horas para assistir a tudo. Seria o mesmo que ver 15 partidas de futebol consecutivas, escutar 461 músicas de 3 minutos em média ou estourar 346 pipocas de microondas (por quatro minutos para não queimar).

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados