Enel não apresenta plano de indenização aos consumidores

Concessionária pede adiamento de prazo para 06 de dezembro

Placa escrito Enel
Placa escrito Enel

A concessionária de energia Enel descumpriu o prazo de entrega do plano de indenização aos consumidores prejudicados pelo apagão do dia 03 de outubro. O projeto havia sido prometido por representantes da empresa em uma sessão da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

O presidente da concessionária, Max Xavier Lins, se pronunciou e afirmou que não houve tempo hábil para elaborar um plano de indenização. Por conta da crise na empresa, Cotugno deixou o cargo na semana passada e foi substituído no comando nacional da companhia por Antonio Scala

Xavier Lins também disse aos deputados estaduais que a empresa ainda não assinou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público para indenizar os consumidores paulistas, e que apresentará um plano de ressarcimento até o dia 6 de dezembro.

Durante a audiência pública desta quarta (29), a CPI aprovou requerimento que pede a convocação do presidente do Conselho de Administração da Enel Brasil, Guilherme Lencastre, para o próximo dia 7 de dezembro.

Confira mais matérias no nosso site

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados