Guitarras de Mark Knopfler, ex-Dire Straits, são leiloadas por R$ 50 milhões

Guitarrista negociou 120 instrumentos e amplificadores; 25% do valor será destinado a instituições de caridade

Mark Knopfler, ex-vocalista e guitarrista do Dire Straits, é um mestre na guitarra. Não é à toa que a revista Rolling Stone considera o músico – que caracteristicamente toca sem palhetas – o 96° melhor na função da história. Por isso, um leilão com sua coleção de instrumentos fez sucesso em Londres, na Inglaterra.

Por meio da casa de leilões Christie’s, o artista negociou mais de 120 guitarras e amplificadores, recebendo ao todo £9 milhões (aproximadamente R$ 50 milhões).

As instituições de caridade British Red Cross (que ajuda pessoas em crise), Tusk (responsável por financiar programas de conservação da vida selvagem na África) e Brave Hearts of the North East (que oferece suporte às crianças locais) ganharão 25% da arrecadação total. Assim, em média, cada uma das organizações conquistará £50 mil.

Os modelos fizeram parte dos últimos 50 anos do instrumentista. Dentre os itens, a Vintage Gibson Les Paul Standard de 1959 arrematou o lance mais alto, de £693 mil (mais de R$ 4 milhões).

Aliás, a Pensa-Suhr MK-1 de 1988, usada na homenagem ao 70º aniversário de Nelson Mandela, e a Red Schecter Telecaster, utilizada na gravação da faixa “Walk Of Life”, também entraram na jogada. Pessoas de 61 países participaram do evento.

O que Mark Knopfler achou do leilão

“Estou muito feliz que esses instrumentos tão queridos encontrarão novos músicos e novas músicas, além de arrecadar dinheiro para instituições de caridade que significam muito para mim. Foi comovente ver o quanto essas guitarras significam para tantas pessoas e também estou feliz por elas continuarem a dar alegria para muitos por meio das músicas gravadas comigo ao longo dos anos. Para vocês, colegas instrumentistas, entusiastas e colecionadores, desejo coisas boas”, disse Mark Knopfler à imprensa.

Anteriormente, ele havia brincado em conversa à BBC News: “Espero que todas as guitarras sejam tocadas. Não acho que elas fiquem bem vivendo dentro de uma case durante toda a vida.”

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados