Lollapalooza Brasil: por que o show do Blink-182 é tão esperado?

Banda sobe ao palco do festival na sexta-feira (22), às 21h30; será o primeiro show do trio no país, que chega com a formação clássica

Depois de 30 anos de carreira, o Blink-182 realizará o seu primeiro show no Brasil nesta semana. Como atração principal, a banda subirá ao palco do Lollapalooza Brasil 2024 na sexta-feira (22), às 21h30.

Sem dúvida, a apresentação é uma das mais aguardadas da história do festival. E você sabe o motivo? Entenda abaixo!

Separação

Em 2015, o vocalista e guitarrista Tom DeLonge, membro original desde 1992, comunicou sua saída do Blink-182, sendo substituído por Matt Skiba (Alkaline Trio). Em pronunciamento, a banda destacou à época: “Estávamos todos prontos para tocar no 8º Musink Music and Tattoo Festival e gravar um novo álbum e Tom continuou adiando as gravações motivo. Uma semana antes de entrarmos em estúdio, recebemos um e-mail de seu empresário explicando que ele não queria participar de nenhum projeto do Blink-182 indefinidamente e que preferia trabalhar em seus outros empreendimentos não musicais”.

Skiba permaneceu muitos anos ao lado de Travis Barker (bateria) e Mark Hoppus (voz e baixo), gravando os álbuns “California” (2016), “Nine” (2019) e um terceiro disco nunca lançado. Seguiu como parte da banda até o início de 2020, quando realizou seu último show no iHeartRadio ALTer EGO 2020.

Reunião

Até que as coisas começaram a mudar. Em julho de 2022, Hoppus contou para a People (via Billboard) que ele e o parceiro de grupo retomaram o contato com Tom depois de muito tempo. “Foi a primeira vez que nós três estivemos no mesmo cômodo em, tipo, cinco ano. Na verdade, nossa relação está melhor do que costumava ser. Não havia uma agenda de compromissos. Não havia ressentimentos. Era o que deveria ser: três amigos sentados em uma sala. Todo mundo está realmente em um ótimo momento agora”

Então, diante de muitos boatos, em outubro de 2022, o trio confirmou oficialmente o retorno de Tom e uma turnê de reunião, lançando posteriormente o álbum “One More Time…” (2023). Uma das motivações do comeback veio após Mark ser diagnosticado com linfoma difuso de grandes células B em estágio 4 – do qual, agora, está curado.

“Lembro de falar para minha esposa: ‘acho que nunca mais vou tocar música, acho que nunca mais vou fazer turnê’. Até que Mark me disse que estava doente, e então eu pensei, ‘essa é a única coisa que eu quero fazer’. Quando ele me disse que estava doente, isso foi o pior… tipo, nada realmente me importava. Não se tratava de fama ou dinheiro ou quão grande era o Blink, eu só pensava ‘você vai superar isso e nós vamos voltar'”, disse DeLonge para Zane Lowe.  

Sendo assim, considerando a separação, o fato do Blink-182 chegar ao Brasil com a formação clássica será histórico.

Histórico de cancelamentos

Havia um boato de que o Blink-182 realizaria sua estreia em território nacional no Rock in Rio 2001. Contudo, segundo DeLonge ao programa Video Show, a banda não participou do evento por causa do Guns N’ Roses. Em suas palavras, o frontman Axl Rose não queria que eles tocassem no mesmo dia, o que impossibilitou a vinda. Não há confirmações oficiais a respeito da história.

Então, em 2005, a banda seria uma das atrações da segunda edição do Chimera Music Festival, em São Paulo, nos dias 17 e 18 de setembro, como anunciado em fevereiro daquele ano. No entanto, poucos dias depois, o trio divulgou que entraria em hiato indeterminado: “Decidimos dar um tempo para ficarmos com nossas famílias. Não temos uma data para voltarmos a trabalhar juntos, mas nunca se sabe o que pode acontecer amanhã”, escreveram. A banda acabou voltando somente em 2009.

Enfim, com a confirmação da reunião em outubro de 2022, o Blink-182 anunciou uma turnê que incluía uma apresentação no Lollapalooza Brasil 2023. Estava tudo certo quando o baterista Travis Barker, durante os ensaios, rompeu os ligamentos do dedo anelar da mão esquerda, quase às vésperas do compromisso. Devido à lesão, o Blink precisou adiar toda sua passagem pela América do Sul. Como revelado em março do ano passado, a banda se comprometia a vir em 2024.

Novos rumores de outro cancelamento chegaram a surgir em novembro, mas logo foram desmentidos pela organização do festival e pelo próprio trio – que, nos últimos dias, já passou pelo Peru, Argentina e Chile.

Por isso, muitas expectativas foram criadas a respeito da apresentação em território nacional!

Problema de Travis Barker com aviões

Além do hiato e da posterior separação, havia um outro fator que impedia o Blink-182 de vir ao Brasil. Após um grave acidente aéreo em 2008, onde quase perdeu a vida, Barker ficou com medo de viajar de avião.

Por cerca de treze anos anos, o baterista usou apenas transportes terrestres e aquáticos para locomoção, o que englobou os shows. Justamente por essa razão, em 2013, o instrumentista não integrou uma turnê australiana do Blink, com a função de empunhar as baquetas ocupada por Brooks Wackerman (Bad Religion).

Felizmente, em 2021, ele conseguiu superar o trauma com apoio de Kourtney Kardashian, empresária e esposa, com quem tem um relacionamento desde 2020. Pela primeira vez em mais de uma década, ao lado da companheira, viajou para Cabo San Lucas, no México, de jatinho, em agosto do ano mencionado.

Por muito tempo, os fãs imaginavam que o Blink-182 não viria ao Brasil por causa de tal questão. Mais um fator para que o show no Lollapalooza 2024 seja ainda mais aguardado.

 

 

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados