Bradley Cooper revela que queria Beyoncé em ‘Nasce Uma Estrela’

O sucesso de “Nasce Uma Estrela” em 2018, com Lady Gaga e Bradley Cooper nos papéis principais, quase teve um toque diferente: Beyoncé era, a princípio, a escolha para viver Ally. Em entrevista à Fundação SAG-AFTRA, Cooper revelou detalhes do inusitado encontro com a Queen B e Jay-Z para apresentar o projeto.

Cooper admite ter ficado surpreso ao ver Jay-Z assistindo “Judge Judy” quando chegou à casa do casal. O ator apresentou o projeto para Beyoncé com nervosismo e até teve uma crise de tosse inoportuna. “Eu estava surtando. Lembro que tive uma tosse estranha enquanto eu fazia o pitching para ela. Foi louco”, relembra ele, que mesmo assim destaca a amabilidade de ambos durante o encontro. Cooper descreve, ainda, a experiência de apresentar o projeto para Beyoncé como “um dos momentos mais surreais da minha vida”.

Apesar do entusiasmo inicial, o projeto com Beyoncé não deu certo. Segundo Bradley Cooper, um dos motivos foi o cachê: o ator conta que o produtor executivo Greg Silverman mencionou a necessidade de Beyoncé “receber menos de US$ 25 milhões” para participar do filme.

Antes de Lady Gaga, Adele também foi sondada para o papel, mas estava ocupada com outros projetos. A escolha final se deu após Cooper assistir a performance de Gaga em um evento beneficente. “Foi naquele momento que pensei: ‘é isso, o que eu estava pensando?’. Pedi para conhecê-la”, conta ele.

A decisão de escalar Lady Gaga para o papel provou ser um sucesso estrondoso. Com a artista, “Nasce Uma Estrela” faturou US$ 436 milhões e recebeu oito indicações ao Oscar, vencendo a categoria de Melhor Canção Original por “Shallow”. A música também levou prêmios Grammy, Globo de Ouro e atingiu o topo da Billboard Hot 100.

Leia também: “Avatar: O Último Mestre do Ar” estreia na Netflix

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados