Marcelo Médici revisita a peça ‘Cada Um Com Seus Pobrema’, que completa 20 anos

Na comédia “Cada Um Com Seus Pobrema”, Marcelo Médici mostra a sua versatilidade ao encenar oito personagens. Alguns deles já são figuras conhecidas pelo público, como a vidente Mãe Jatira, a apresentadora Tia Penha, e claro, Sanderson do programa “Vai Que Cola”.

Segundo a sinopse oficial, “No enredo o personagem central é um ator de teatro que ao desistir de fazer sua apresentação começa a contar suas próprias experiências. Surgem então os demais personagens comentando e criticando com muito humor várias situações do cotidiano.”

Em entrevista à Alpha FM, Marcelo confessou que a peça surgiu de uma insistência dos seus amigos e colegas de profissão. A princípio, ele não tinha vontade de fazer o espetáculo, que começou em um teatro pequeno e aos poucos tomou uma proporção gigantesca.

Escrito e interpretado por Marcelo Médici, o espetáculo já é considerado um clássico do ator. Durante sua trajetória, a peça conquistou prêmios e chegou a ter ingressos esgotados com três meses de antecedência.

Aliás, durante o papo, ele também falou sobre sua carreira na TV e no teatro. O ator já interpretou também o clássico “O Mistério de Irma Vap” e um clássico da Broadway “Wicked”. Apesar de serem todos do gênero teatral, cada uma das produções teve suas particularidades e preparações físicas.

A temporada do espetáculo “Cada Um Com Seus Pobrema” acontece no Teatro Opus Frei Caneca até o dia 30 de abril. Para reservar os ingressos, clique aqui. Confira o bate-papo na íntegra:

Leia também: Exposição sobre línguas de povos indígenas do Brasil estreia em Paris

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados