Lollapalooza Brasil terá distribuição de squeezes e estações de água; garrafas destampadas entram

Após dias de calor, a virada no tempo, prevista por meteorologistas, deve contribuir para diminuir a sensação térmica durante o Lollapalooza Brasil. As temperaturas não devem superar 23ºC entre sexta-feira (22) e domingo (24) e há possibilidade de chuva fraca.

Apesar disso, por mais um ano, a 11ª edição do festival terá distribuição gratuita de água potável ao público no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. No ano passado, pessoas que ficaram nas grades bem em frente aos palcos receberam garrafas d’água.

Ao mesmo tempo, foram distribuídos squeezes às pessoas que podiam ser enchidos em pontos de abastecimento de água. Neste ano, a organização repete a dose com expectativa de intensificação das ações ainda como reflexo da morte de uma fã da cantora Taylor Swift.

Ana Clara Benevides, 23, morreu por exaustão térmica causada pelo calor durante o primeiro show do The Eras Tour no Brasil, no estádio Nilton Santos. Naquele dia, em 17 de novembro do ano passado, a sensação térmica aproximou-se de 60ºC no Rio de Janeiro.

Nesta terça-feira (19), a Secretaria Nacional do Consumidor, ligada ao Ministério da Justiça, renovou por 120 dias a portaria que obriga os organizadores de grandes eventos expostos a altas temperatuas a distribuírem água gratuitamente.

Conforme o mapa do Lollapalooza Brasil 2024, são dois pontos de fornecimento de squeezes e oito de estações de água. Quem garantiu as áreas de hidratação foi o banco Bradesco, um dos principais patrocinadores. Em casos extremos de calor, segundo o evento, haverá “nebulização” de água através de mangueiras.

Levar água está liberado

O público que comparecer ao Autódromo de Interlagos nos três dias de festival poderá levar garrafas plásticas d’água próprias, desde que destampadas. Latas e garrafas rígidas estão proibidas, bem como os copos térmicos e de vidro.

Alimentos poderão entrar com os fãs, mas em condições específicas. Alimentos industrializados, como biscoitos e barras de cereal, devem ser lacrados; frutas (cortadas) e sanduíches precisam estar embalagens do tipo “zip lock”.

Em nota à Alpha FM, o Procon-SP disse que equipes da entidade estarão acompanhando o festival para observar “o cumprimento de diversas normas estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor”.

Veja também: Lollapalooza Brasil 2024 terá transporte público por 24 horas

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados