Madonna detém turnê de maior bilheteria em 2024; veja outros 9 nomes da lista

Madonna detém o título da turnê de maior bilheteria do ano – mas isso não é bem uma surpresa. Entre 2023 e 2024, a Rainha do Pop percorreu boa parte do mundo com a chamada “Celebration”. Assim, ela elevou o nível ao comemorar com milhares de pessoas os 40 anos de sua carreira.

Mas, para ter uma noção dessa grandiosidade, a Pollstar levantou um compilado dos maiores resultados da recente turnê de Madonna.

Assim, com preços médios de ingressos em torno de US$ 208,85, ou cerca de R$ 1.126,20, a popstar teve um faturamento médio de US$ 2.794.007 (R$ 15.066.403), com 13.378 ingressos comercializados por apresentação. Ao todo, foram registrados 856.247 ingressos vendidos nos 34 shows —de um total de 65 datas.

Sobre o resto da lista das turnês mais bem sucedidas de 2024, alguns podem sentir falta do nome de Taylor Swift, que, aliás, segue atualmente promovendo a turnê “The Eras”. Porém, a empresa ressalta que a loirinha não divulga dados de sua série de apresentações e, assim, não aparece na seleção.

Além de Madonna, outras turnês lucrativas de 2024

Ainda de acordo com a Pollstar, outros nomes também estão se destacando em suas respectivas turnês em 2024.

Na medalha de prata, encontra-se o porto-riquenho Bad Bunny, que arrecadou US$ 174,6 milhões de sua “Most Wanted Tour”. Em seguida, Luis Miguel também confirma sua relevância, somando US$ 169,4 milhões com sua recente rodada de shows – que, inclusive, passou pelo Brasil.

Na sequência, estão:

  • #4 U2 (US$ 135 milhões)
  • #5 Karol G (US$ 111 milhões)
  • #6 Bruno Mars (US$ 102 milhões)
  • #7 Coldplay (US$ 100 milhões)
  • #8 Seventeen (US$ 74 milhões)
  • #9 Eagles (US$ 69 milhões)
  • #10 Nicki Minaj (US$ 66 milhões)

Sobre a “Celebration Tour”

Apesar da massiva arrecadação nas demais cidades, Madonna decidiu realizar uma apresentação no Brasil de forma gratuita. Contudo, isso não quer dizer que o evento foi menos importante – pelo contrário, se tornou histórico.

Mais de 1,6 milhão de pessoas compareceram nas areias das Praias de Copacabana para presenciar o momento. Aliás, o show também marcava o fim da turnê “Celebration” e, assim, contou com a maior estrutura já realizada até então.

Ademais, o Rio de Janeiro chegou a anunciar o desejo de ter mais performances de graça como o da Rainha do Pop anualmente na cidade.

spot_img

Novos conteúdos

spot_img

RELACIONADOS

Relacionados