Aluguel residencial registra alta de 16% em 2023

A Fipe divulgou nesta terça-feira (16) a pesquisa que analisa o valor do aluguel no Brasil. De acordo com o Índice FipeZAP, os novos contratos de aluguéis residenciais ficaram, em média, 16,16% mais caros em 2023. Quando comparado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, a inflação oficial, a alta foi três vezes maior, levando em conta que o IPCA foi de 4,62% no ano.

Entre as capitais monitoradas, as cidades que mais registraram aumento foram as seguintes:
– Goiânia, em Goiás (37,28%)
– Florianópolis, em Santa Catarina (27,68%)
– Fortaleza, no Ceará (21,95%)
– Curitiba, no Paraná (20,70%)

O preço médio do metro quadrado dos novos contratos de aluguéis é R$42,53. No estado de São Paulo, o metro quadrado mais caro é Barueri (SP), onde o aluguel custa, em média R$59,06.Agora falando das capitais brasileiras, São Paulo tem o maior preço médio de locação residencial (R$ 51,62). Em seguida temos Florianópolis, Recife, Rio de Janeiro e Brasília.

Leia também: Prefeitura de SP divulga vaga de trabalho temporário para o Carnaval 2024

spot_img

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados